Geral

Com o objetivo de promover a integração entre os estudantes africanos residentes em Palmas com os acadêmicos das diversas instituições, comunidades de origem africana de Palmas e comunidade local, tem início nesta sexta-feira, 21, o Dia da África. O evento vai promover a troca de experiência através de debates sobre as identidades dos povos africanos e sua cultura e influência na cultura brasileira.

O dia é comemorado em quase todos os países do continente africano, no dia 25 de maio. Data que foi fundada a OUA (Organização da Unidade Africana), há 47 anos e que em 2002 tornou-se UA (União Africana), baseado no modelo da União Europeia.

Na Universidade Federal do Tocantins atualmente estudam 26 alunos africanos beneficiados pelo Programa denominado PEC-G, Programa de Estudante-Convênio de Graduação em nível de graduação, oferecido a estudantes de países com os quais o Brasil mantém acordo de Cooperação Cultural e/ou Educacional e/ou de Ciência e Tecnologia.

E são os próprios estudantes, seguindo a cultura e tradição africana, que vão realizar a comemoração repleta de atividades culturais, recreativas, desportivas, palestras temáticas africanas, noite iterativo-cultural, exposição de fotografia sobre o continente, além de uma noite de festa e confraternização repleta de gastronomia africana, danças e desfile de roupas típicas. O evento conta ainda com o apoio do Diretório Central dos Estudantes-DCE da UFT.

Mais sobre o Dia da África e a região

O Dia da África foi criado em comemoração a data de fundação da Organização da Unidade Africana (OUA) ocorrida no dia 25 de Maio de 1963 em Addis Ababa, Etiópia, por iniciativa do Imperador etíope Haile Selassie através da assinatura da sua Constituição por representantes de 32 governos de países africanos independentes. Dentre os propósitos da OUA, resumiam-se a de : Promover a unidade e solidariedade entre os estados africanos; Coordenar e intensificar a cooperação entre os estados africanos, no sentido de atingir uma vida melhor para os povos de África; Defender a soberania, integridade territorial e independência dos estados africanos; Erradicar todas as formas de colonialismo da África; Promover a cooperação internacional, respeitando a Carta das Nações Unidas e a Declaração Universal dos Direitos Humanos; Coordenar e harmonizar as políticas dos estados membros nas esferas política, diplomática, económica, educacional, cultural, da saúde, bem estar, ciência, técnica e de defesa.

Este organismo internacional teve um importante papel na história da descolonização de África, não só como grupo de pressão junto da comunidade inerncional, mas também fornecendo apoio direto aos movimentos de libertação, através do seu Comité Coordenador da Libertação da África. Em 2002, a Organização da Unidade Africana (OUA) cedeu lugar a União Africana (UA). Baseada no modelo da União Europeia, ajudando na promoção da democracia, direitos humanos e desenvolvimento da África, especialmente no aumento dos investimentos estrangeiros por meio do programa Nova Parceria para o Desenvolvimento da África. A União Africana tem como objetivos a unidade e a solidariedade africana. Defende a eliminação do colonialismo, a soberania dos estados africanos e a integração econômica, além da cooperação política e cultural no continente.

Quanto ao idioma, a União Africana promove o uso de línguas africanas sempre que é possível em seus trabalhos oficiais. Suas línguas oficiais são o árabe, o francês, o inglês, o português, o espanhol e o suaíli.

Confira abaixo a programação completa das comemorações:

Dia 21/05 (sexta-feira)

Local: Auditório do Bloco 3

19h00min – Abertura

19h15min – Apresentação Cultural de Dança Africana

19h30min – Mesa Redonda “África: Identidades e Culturas”

Prof. Msc. Higino Julia Pitti – SEBRAE-TO

Prof. Dr Francisco – UFT

Profª Drª. Maria Aparecida – CEPPIR-UFT

Maria Luiza Barbosa da Silva – GRUCONTO

Prof. Rodrigo – NEABI IFTO

21h00min – Cofee Break com comidas tipícas africanas e Exposição Fotográfica

21h20min – Considerações Finais

21h45min – Encerramento

Dia 22 (sábado)

II Torneio de Futsal Africano

Local: Ginásio Poliesportivo do Instituto Federal do Tocantins

08h00min – Abertura dos Jogos

08h10min – Início da Fase de Classificação

12h00min – Encerramento

14h00min – Início da Fase de Classificação

18h00min – Encerramento da Fase de Classificação

Dia 23 (domingo)

Continuação do II Torneio de Futsal Africano

Local: Ginásio Poliesportivo do Instituto Federal do Tocantins

08h00min – Início das Semifinais

10h00min – Encerramento da Semifinais

10h20min – Inicio da Final

11h40min – Encerramento da Final

Dia 29 (sábado)

Festa da África

Local: Sindicato dos Bancários

22h00min – Abertura

22h30min – Desfile com Roupas Africanas

23h00min – Danças Africanas

00h00min – Músicas Africanas e Diversas

Obs.: Os ingressos da festa são limitados e podem ser comprados no DCE, ou pelo telefone 8451.4521

Fonte: Dicom UFT

Por: Redação

Tags: Dia da África, UFT, União Africana