Geral

Foto: Divulgação Valtenis Lino evitou falar de apoio a Siqueira Valtenis Lino evitou falar de apoio a Siqueira

As prefeitas de São Bento, Lubelafaete Bezerra Fonseca (PMDB) e Luzinópolis, Carla Cristina (PSDB) confirmaram ao Conexão Tocantins no fim da tarde desta sexta-feira, 9, que receberam ligações da Associação Tocantinense de Municípios sondando apoio e ainda detalhes do relacionamento das gestoras com o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

A associação é presidida pelo peemedebista Valtenis Lino que apoia o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) da coligação Tocantins Levado à Sério.

A gestora de São Bento informou disse que não passou as informações que a atendente da Associação indagou. “Não respondi e achei muito estranho”, afirmou. “Ela perguntou quais benefícios a Caravana Acelera Tocantins já tinha levado e ainda o que o governador tinha prometido”, informou.

A gestora reafirmou que apoia a reeleição do governador e que não entendeu a ligação, segundo ela feita em nome do presidente Valtenis.

Entre os questionamentos, segundo as prefeitas, estavam ainda perguntas sobre quando a ambulância e o ônibus escolas doados pelo governo através da caravana foram entregues. “Queriam saber se era antes ou depois da convenção”, informou.

Do PSDB, a prefeita Carla Cristina foi uma das primeiras a receber a ligação. A gestora mesmo sendo do partido de Siqueira apoia Gaguim nas eleições de outubro.

Cristina entrou na campanha no município para substituir o marido Luzmar Franco (PSDB) que teve que deixar a candidatura por problemas de registro.

Falando ao Conexão, o marido da prefeita disse que a prefeitura vai desfiliar da ATM em razão dessa sondagem por telefone. “Minha esposa estranhou as perguntas e pediu que se o presidente quisesse averiguasse ele mesmo com o governador essas questões”, disse.

Segundo Luzmar, as perguntas são uma forma do presidente sondar como anda o relacionamento dos prefeitos com o governo.

ATM explica

O coordenador da pesquisa, Goianir Barbosa procurado pelo Conexão Tocantins para tratar do assunto explicou que a entidade está fazendo um levantamento sobre a Caravana Acelera Tocantins com os 118 filiados.

“O que queremos é avaliar o programa Acelera Tocantins”, informou. Com relação ás perguntas ele explicou que a entidade quer avaliar quais benefícios chegaram realmente aos municípios, dentro do pacote de benefícios que o governo levou.

Sobre o questionamento das prefeitas com relação á fins eleitoreiros com a pesquisa, o coordenador disse que o único objetivo é “prestar um serviço de utilidade pública” com as informações.

“Não há nenhuma intenção política”, frisou. Depois do levantamento, a diretoria da ATM vai se reunir para analisar o assunto.

O prefeito Valtenis Lino foi procurado pela Redação mas até o fechamento dessa matéria não conseguimos contato.