Polí­tica

Foto: Gilvan Noleto Nilton é membro do diretório estadual do PMDB Nilton é membro do diretório estadual do PMDB

O prefeito de Pium, Nilton Franco (PMDB) afirmou ao Conexão Tocantins na manhã deste sábado, 24, que vai pedir a saída do deputado federal e presidente do PMDB, Osvaldo Reis da presidência da sigla caso ele oficialize ou declare apoio ao ex-governador Siqueira Campos (PSDB).

Nilton é membro do diretório estadual. “Sou totalmente contra essa decisão do deputado, se ele resolver mesmo ir, vou fazer uma mobilização, sem dúvida”, afirmou.

O prefeito está acompanhando o governador e candidato à reeleição, Carlos Henrique Gaguim (PMDB) durante visita a praias do Estado neste sábado, 24.

“Isso é infidelidade partidária se ele realmente for para o outro lado está agindo isoladamente e não podemos admitir isso no PMDB que é o maior partido desse Estado”, afirmou o prefeito.

Na executiva do PMDB alguns membros já cogitam essa ideia caso Reis siga com o propósito de declarar apoio ao adversário de Gaguim.

Neste final de semana membros do PMDB tentam entrar em contato com Reis, mas segundo informações o peemedebista também não atende o celular.

Reis, conforme as informações, deve aderir na próxima terça-feira, 27, ao grupo do ex-governador através de uma articulação da senadora Kátia Abreu (DEM).

O peemedebista pode ainda, como circula nos bastidores, desistir de disputar reeleição para subir no palanque do adversário.

O Conexão Tocantins tentou ainda falar com aliados de Reis de Araguaina mas também não obteve sucesso.

Em entrevista ao Conexão Tocantins também neste sábado, o deputado estadual Iderval Silva (PMDB) afirmou que ainda não foi contactado pelo deputado para confirmar a informação, mas adiantou que das lideranças e prefeitos do Bico, Reis não deverá levar muitos aliados para o palanque de Siqueira.

Já o peemedebista Valtenis Lino que apoia Siqueira disse hoje que não está sabendo da adesão de Reis à coligação Tocantins Levado a Sério.