Polí­tica

Depois de o ministro das Relações Institucionais do Governo Lula, Alexandre Padilha, elogiar o dinamismo da administração do governador Carlos Gaguim (PMDB), na última semana, o programa eleitoral do candidato, exibido na noite desta segunda-feira, 23, mostrou o depoimento do vice na chapa da presidenciável Dilma Rousseff, Michel Temer, que também defendeu o nome de Gaguim para governar o Estado pelos próximos quatro anos.

“O governador Carlos Gaguim é de uma agilidade administrativa extraordinária. Ele estabeleceu uma forma de governar que está dando certo. Esteve várias vezes comigo para reivindicar em favor do Tocantins, por isso eu peço ao povo de Tocantins que votem em Carlos Gaguim pela competente e extraordinária administração que ele está fazendo no Tocantins”, disse Temer.

Aliado do presidente Lula e de sua candidata Dilma Rousseff, Gaguim vê na eleição da petista grandes e bons frutos para o Estado. “Nossa parceria se fortalece a cada dia. Assim como Lula sempre foi um grande parceiro do Tocantins, Dilma também é, e quem vai ganhar com a eleição dela é o povo tocantinense, que não quer ver parar tudo o que construímos e ainda vamos construir”, analisa Gaguim. Outro destaque no programa foi a parceria entre Gaguim e Dilma em programas como o Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, recursos para infraestrutura e investimentos nos assentamentos rurais, que serão mantidos e ampliados.

Qualificação

O programa também mostrou o preparo do administrador e governador Carlos Gaguim, seus 24 anos de vida pública, por duas vezes vereador, 3 mandatos de deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa por dois mandatos, até assumir o Governo do Estado, em outubro de 2009. Um crescimento que partiu de muito trabalho, generosidade e de uma família de origem humilde.

Educação

As propostas e realizações de Gaguim na área da Educação também tiveram espaço garantido no programa desta segunda. Mostrou depoimentos de educadores; citou os 10.787 professores que foram incluídos no PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários do Magistério), os mais de 1.300 aprovados e já nomeados no recente concurso da Educação; o reajuste salarial de 25% para a categoria; os 5.300 professores com direito a progressões de carreira; os avanços no IDEB, o recredenciamento da Unitins com cursos gratuitos, dois ônibus escolares para cada município, ampliação de 269 escolas, e investimentos de R$ 60 milhões em obras de infraestrutura para o setor.

Tempo Integral

“Vamos finalmente construir as Escolas de Tempo Integral, além de ampliar o acesso às Bolsas, ao Proeducar, e disponibilizar mais vagas com a Unitins”, adiantou Gaguim. Segundo ele, os investimentos na área da Educação são essenciais para garantir o desenvolvimento do Tocantins.

Da redação com informações da Assessoria de Imprensa/ Força do Povo