Polí­tica

Foto: Divulgação

Nas últimas semanas vários membros do PMDB, inclusive, deputados estaduais da legenda declararam apoio para a candidatura do senador João Ribeiro (PR) que tenta reeleição pela coligação Tocantins Levado a Sério, encabeçada pelo adversário Siqueira Campos (PSDB).

Em entrevista ao Conexão Tocantins, o presidente regional da legenda, deputado federal Osvaldo Reis afirmou que todos os filiados da sigla estão liberados para apoiar Ribeiro. “O PMDB deixou liberado e a executiva nacional também”, disse.

Reis, que foi um dos primeiros do partido a declarar o apoio a Ribeiro afirmou que nacionalmente o republicano apoia a coligação da qual o PMDB faz parte com a indicação inclusive de Michel Temer como vice.

“Essas declarações de apoio são normais, o João Ribeiro é um dos melhores senadores, de fácil diálogo, coordenador de bancada e tem uma boa relação com o PMDB aqui no Estado”, afirmou Reis, que salientou também que nenhum membro do partido estará sujeito à penalidades por esse motivo, nem mesmo o deputado federal Moisés Avelino (PMDB) que apoia a candidatura de Siqueira. “Isso foi tudo combinado inclusive com o governador”, disse.

Questionado se o apoio ao candidato de outra coligação pode prejudicar a candidatura de Carlos Gaguim, Reis disse que não.

Sobre o compromisso com o PT, que tem Paulo Mourão como indicado ao Senado, Reis afirmou que não quer comentar o assunto e uma possível rejeição ao candidato do partido. “Não quero adentrar nesse assunto”, frisou.

Os deputados peemedebistas Eli Borges, Júnior Coimbra e ainda Iderva Silva fazem campanha para Ribeiro e para o ex-governador Marcelo Miranda (PMDB).