Polí­tica

Foto: Divulgação

O crime eleitoral é um problema no país inteiro. Entre 2006 e 2009, a Polícia Federal indiciou mais de cinco mil pessoas envolvidas em eleições municipais, estaduais e federais.

Tocantins teve o maior número de casos: 841; seguido por Rio de Janeiro, com 486; e Maranhão, com 408. O Amazonas foi o estado com o menor número de indiciamentos: 25.

Na lista de crimes estão: compra de votos, uso de título de eleitor falso, boca de urna e transporte ilegal de eleitores no dia da votação.

A compra de votos, que pode dar até quatro anos de cadeia, além de multa, levou ao indiciamento de 1.178 pessoas entre dois 2006 e 2009.

Alagoas tem o maior número de casos: 121. Logo atrás vem Mato Grosso, com 115 casos e Tocantins, com 90. Piauí teve o menor número de indicamentos por compra de votos: seis casos.

A Polícia Federal também mapeou os pontos críticos de violência que terão a segurança reforçada no dia três de outubro. E a partir de agora, o Tribunal Superior Eleitoral vai usar os mesmos programas da Polícia Federal para identificar dinheiro ilegal nas campanhas: "Se houver alguma suspeita de que alguma conta seja objeto de lavagem de dinheiro, nós usaremos esse conjunto de software", disse o Presidente do TSE, Ricardo Lewandowski.

Confira o vídeo da matéria, exibida nesta quinta-feira, 10.

Fonte: Site do Jornal Nacional

Por: Redação

Tags: Jornal Nacional, Polícia Federal