Estado

Foto: Dvulgação/Assessoria

As tocantinenses Mara Rita e Qésia Carvalho são destaques do Festival Mulher em Cena na noite de hoje, 23 de setembro. O evento, que é itinerante, acontece hoje na Praça do Jardim Aureny III, tem frente a Igreja Santo Antônio, a partir das 18 horas.

Mara Rita e Quésia Carvalho apresentam o espetáculo musical “O sexo é frágil”que, segundo Mara é uma celebração da feminilidade através do repertório musical. As cantoras encerram o segundo dia de programação do evento. Antes delas serão apresentados ao público os espetáculos “A Saia de Pandora”, que é um monólogo com abordagem mítica, e “É pura energia”, do grupo tocantinense Os saltimbancos.

Durante a noite cultural ainda serão exibidos curtas metragem dirigidos por cineastas do sexo feminino. Hoje estarão em cartaz “Feijão com Arroz” - dirigido pela candanga Dani Marinho, que aborda o descobrimento do cotidiano de uma menina por meio de sons, barulhos e ruídos – e “Feliz Aniversário” – dirigido pela também candanga Betse de Paula – que conta a história de uma bancária que no dia de seu aniversário só deseja dormir.

O Festival Mulher em cena

O evento iniciado ontem é realizado pelo Instituto Arcana, com apoio do Ministério da Cultura, leva palcos itinerantes ao bairros da capital. Neles artistas e apresentações culturais de todo o Brasil serão exibidos por meio de espetáculos de teatro, dança, música, circo, mostra de cinema, oficinas ganham a cena, formando um mosaico criativo da produção artística feminina contemporânea.

O objetivo do Festival Mulher em Cena é destacar a produção artística desenvolvida por mulheres, focando o seu olhar mágico que o ângulo feminino tem sobre a realidade e discutindo questões do universo feminino que dizem respeito a toda a sociedade. Espetáculos de teatro, dança, música, circo, mostra de cinema, oficinas ganham a cena, formando um mosaico criativo da produção artística feminina contemporânea.

Em sua 2ª edição nacional, o Festival Mulher em Cena propôs, em Brasília, um Espaço de Convivência, onde artistas e público puderam trocar experiências, impressões e saberes. Com brechós, café, performances cênicas e shows, o festival proporcionou entre uma atração e outra, um espaço para descontração, diversão e conversas agradáveis.

O Festival foi encerrado ontem em Brasilia, após cinco dias de extensa programação cultural composta por artistas dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal e Tocantins, representado por apresentação das cantora Mara Rita, Quésia Carvalho e do espetáculo Bonequinha de Pano.

A Programação em Palmas

A primeira edição do Festival Mulher em Cena na capital do Tocantins será realizada como uma extensão da edição candanga, de 22 a 26 de setembro. Aqui vão se apresentar artistas Candangas e Tocantinenses.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Festival Mulher em cena