Cultura

Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural de Palmas (FCP) realiza na próxima terça, 28, o lançamento do livro “Causos da Amazônia”, do escritor Agostinho Batista, às 16h na Biblioteca Pública de Taquaralto, localizada na Rua 04, Quadra 2, Lote 01, Setor Vale do Sol.

A programação do evento será diversificada, com apresentação de alunos do projeto Carrossel do coral tênis SESC, recitação de poemas de autoria do Agostinho Batista, exposição de esculturas femininas e também será feito homenagens a mulheres palmenses pelo pedagogo e secretário-executivo da Associação Tocantinense de Letras, Almecides Pereira de Andrade.

O escritor e a obra

Agostinho Quintino Batista foi um seringueiro na região amazônica. Viveu muito tempo afastado da zona urbana ouvindo a linguagem da mata. Todavia, sua observação aguçada e inteligência foram induzindo-o a letras. A experiência na vida selvagem, sua luta nos movimentos sociais, a participação em sindicato antes do golpe militar de 64, são repertórios para bons conteúdos literários.

Hoje com quase 70 anos, enumerado as histórias que falam de reformas agrárias, luta dos seringueiros e defesa do meio ambiente fazem dele um homem de espírito inquietante e exemplar.

O autor conviveu com grandes personalidades, como: Chico Mendes, Padre Josimo, Padre Giovane Galo, D. Alberto Galdêncio Ramos, Botânico Samuel de Almeida, Dra. Beatriz e do então presidente do Grupo de Defesa do Marajó (GDM), o historiador José Varela.

A gerente de bibliotecas e documentação da FCP Socorro Corrêa ressalta a importância em ser crítico diante das mudanças da Amazônia legal para ter um país mais justo. “Aqui nas palavras do livro é que o humilde escritor nos leva a imaginar e respeitar um mundo fantástico que nos rodeia” completa a bibliotecária.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Fundação Cultural