Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu-se nesta terça-feira, 5, com governadores e senadores eleitos da base aliada para discutir sobre o segundo turno das eleições. Participaram da reunião no Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, governadores de 10 estados, além de senadores e ministros do governo. Lula pediu o apoio da base para a reta final da campanha da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, que enfrenta o adversário tucano, Jose Serra, no segundo turno das eleições.

Presente à reunião, o senador João Ribeiro, líder do PR no Senado, e reeleito nas eleições do último domingo reafirmou o seu compromisso com a candidatura de Dilma Rousseff (PT). "Por ser curta, a campanha de Dilma Rousseff e Serra se darão muito mais na mídia eletrônica do rádio e televisão, mas isto não exclui a importância dos líderes locais que podem dar visibilidade à sua mensagem de continuar o belo trabalho que o presidente Lula vem fazendo, e ainda procurando superá-lo, já que ele deixa base sólidas na economia", analisou o senador João Ribeiro.

João Ribeiro acredita que governadores e parlamentares que apoiam o governo irão participar ativamente da campanha da petista para o segundo turno porque, segundo ele, sabem que Dilma conseguirá dar continuidade a um trabalho que tem mudado o Brasil para melhor. "Ontem já me encontrei com Dilma Rousseff, seu vice Michel Temer e o ministro Alexandre Padilha. Hoje participei deste encontro com o presidente Lula. Estamos juntos delineando com todos os líderes da base as melhores estratégias para este segundo turno, e eu confio que ganharemos a eleição", afirmou João Ribeiro.

O senador João Ribeiro ao analisar o fato de dois adversários seus também apoiarem Dilma Rousseff para a presidência, o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB), derrotado nas urnas no último domingo, e Marcelo Miranda, que também foi eleito para o Senado Federal, demonstrou tranquilidade. Para ele, Dilma precisa aglutinar forças, e não será ele a questionar de onde virão os apoios que ela precisa para consolidar sua vitória. "Vamos fazer o nosso trabalho, independentemente se o governador Gaguim também fará o seu. Meu compromisso com Lula e com a ex-ministra Dilma é de longa data, não nasceu no meio deste processo eleitoral ora em curso, e não preciso da parceria de A ou B para tocar sua campanha", disse o senador João Ribeiro, que acredita ainda que a candidata petista terá o apoio de Marina Silva neste segundo turno.

Fonte: Assessoria de Imprensa João Ribeiro