Saúde

Foto: Divulgação

Com intuito de divulgar os sinais, sintomas e sensibilizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da hanseníase, a Sesau – Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Gerência de Dermatologia Sanitária está mobilizando todos os 139 municípios para realizarem eventos durante esta semana em alusão ao “Dia Estadual de Combate à Hanseníase”, celebrado na última sexta-feira do mês de outubro.

Em Palmas, a secretaria municipal de saúde promoverá uma série de atividades educativas sobre a doença com o tema “Manchas dormentes na pele podem ser hanseníase. Procure a unidade de saúde mais próxima!”. As atividades iniciarão nesta terça-feira, 26, às 8h, no auditório da Escola de Tempo Integral Padre Josimo, quadra 301 Norte.

Atualmente o Estado conta com 768 casos novos de hanseníase, sendo que em 2009 tivemos 1.223 casos novos.

Doença

Hanseníase é uma doença infectocontagiosa, de evolução lenta, que se manifesta principalmente através de lesões na pele e nos nervos, principalmente nos olhos, mãos e pés. O diagnóstico precoce da hanseníase e o seu tratamento adequado evitam a evolução da doença, consequentemente impedem a instalação das incapacidades físicas por ela provocadas. Quando a pessoa doente inicia o tratamento, ela deixa de ser transmissora da doença, pois as primeiras doses da medicação matam os bacilos, torna-os incapazes de infectar outras pessoas.

Tratamento

O SUS – Sistema Único de Saúde fornece todos os medicamentos para o tratamento da doença, que podem ser encontrados nos prontos atendimentos, postos de saúde, unidades de saúde da família, entre outros. O tratamento será 100% eficiente se for levado a sério do começo ao fim tanto pelo usuário como pela equipe de saúde.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Sesau