Geral

O país já conhece os nomes dos vencedores da XXIV edição do Prêmio Jovem Cientista. O resultado foi divulgado hoje (26) durante uma coletiva realizada na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em Brasília.

Nessa edição, os estudantes vencedores são dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Ceará, Tocantins, Maranhão e Distrito Federal. A cerimônia de entrega da premiação está marcada para o dia 17 de novembro, na capital federal.

A XXIV edição do Prêmio Jovem Cientista bateu recorde no número de inscritos. Foram 2.158 em todo o País, sendo 233 nas categorias Graduado e Estudante do Ensino Superior e 1.925 na categoria Estudante do Ensino Médio. A partir do tema “Energia e Meio Ambiente – Soluções para o Futuro”, os estudantes das categorias Graduado, Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio concentraram suas pesquisas em questões relacionadas à produção de biocombustíveis, economia de água, geração de energia eólica e redução da poluição atmosférica, dentre outros.

Na categoria Graduado, os vencedores são contemplados com o prêmio de R$ 20 mil (1º lugar); R$ 15 mil (2º lugar) e R$ 10 mil (3º lugar). Para estudantes de ensino superior, os prêmios são de R$ 10 mil para o 1º lugar, R$ 8.500 para o 2º lugar e R$ 7 mil para o 3º lugar. Estudantes do ensino médio classificados em 1º, 2º e 3º lugares recebem um computador e uma impressora cada um. Essa mesma premiação será dada aos orientadores e às escolas dos três alunos vencedores. Os orientadores dos graduados e estudantes de ensino superior agraciados também ganharão computadores e impressoras. No Mérito Institucional, serão pagos R mil para cada uma das duas instituições – uma de ensino médio e uma de ensino superior - que tiverem o maior número de pesquisas com mérito científico inscritos.

Além dessas três categorias, o Prêmio Jovem Cientista premia as instituições de ensino médio e superior que inscreveram mais trabalhos com mérito científico – o prêmio por Mérito Institucional. Os trabalhos vencedores da XXIV do Prêmio Jovem Cientista serão publicados em um livro para divulgação em centros de pesquisa, universidades e instituições públicas e privadas de todo o país.

Prêmio Jovem Cientista

Criado em 1981 e fruto de parceria entre o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Gerdau e a Fundação Roberto Marinho (FRM), o Prêmio Jovem Cientista tem o objetivo de incentivar a pesquisa no Brasil e é considerado pela comunidade científica uma das mais importantes premiações do gênero na América Latina. A entrega da premiação é feita pelo Presidente da República e reúne na cerimônia autoridades governamentais da área da Ciência e Tecnologia, além dos mais respeitados nomes da ciência brasileira. Os temas escolhidos são sempre de interesse da população e buscam soluções para problemas nacionais. Alguns dos assuntos abordados em anos anteriores são: "Qualidade dos alimentos e saúde do homem", "Reciclagem de rejeitos industriais", "Saúde da população e controle de endemias", "Oceanos: fonte de alimentos", "Saúde da População - controle da infecção hospitalar" e "Educação"

Fonte: Assessoria de Imprensa

Por: Redação

Tags: CNPq, Educação, Prêmio Jovem Cientista