Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal João Oliveira (DEM) manifestou o seu posicionamento contrário a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, a CPMF. Oliveira afirmou que o seu partido, Democratas, estará vigilante no Congresso Nacional e não vai permitir que se aumente a carga tributária para onerar ainda mais o cidadão brasileiro.

A discussão de retorno da CPMF iniciou-se na semana passada quando os governadores recém eleitos do Partido Socialista Brasileiro (PSB) defenderam a volta do tributo que havia sido extinto em 2007 através do trabalho realizado pela Senadora Kátia Abreu e a bancada de oposição nas duas casas do Poder Legislativo.

João Oliveira disse que o país aumentou significativamente a sua arrecadação após a extinção da CPMF. “O governo precisa diminuir o gasto público e usar a máquina pública em favor do povo”, afirmou o parlamentar.

Segundo o deputado, a saúde pública no Brasil precisa de gestão. Oliveira defendeu a realização de remanejamento de recursos em áreas que não são prioritárias para atender a saúde. “Estaremos vigilantes e mobilizaremos a sociedade conta essa trapaça que está sendo organizada para tributar ainda mais o nosso povo”, disse.

Fonte – Assessoria de Imprensa/João Oliveira

Por: Redação

Tags: cpmf, João Oliveira, Kátia Abreu