Polí­tica

Foto: Divulgação

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Conselho Deliberativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), senadora Kátia Abreu (DEM), apresentou nesta segunda-feira (15/11) as principais ações desenvolvidas pelo Sistema CNA/SENAR em benefício do setor rural ao ministro da Agricultura de Moçambique, José Pacheco. O encontro aconteceu em Maputo, capital do país africano, e marcou o início da programação da comitiva que visita Moçambique com o objetivo de promover interação tecnológica e troca de informações na área social.

Ao falar dos projetos, a senadora Kátia Abreu reforçou o compromisso do Sistema CNA/SENAR com a redução da fome em 50% até 2015, uma das Metas do Milênio da Organização das Nações Unidas (ONU). “Estamos fazendo nossa parte, mostrando que temos importante contribuição a dar com a capacitação de produtores e trabalhadores rurais para produzir alimentos e gerar renda para as famílias”, enfatizou. A iniciativa foi bem recebida pelo ministro de Moçambique, que defendeu o apoio do Brasil à formação de profissionais ligados ao campo. “O Brasil é uma grande escola para nós e queremos uma parceria porque precisamos do treinamento de pessoas para trabalhar no campo”, destacou José Pacheco.

Durante sua apresentação, a presidente do Sistema CNA/SENAR citou algumas ações de formação profissional, como os programas Negócio Certo Rural, que busca aperfeiçoar empreendimentos nas pequenas propriedades rurais, e o Com Licença Vou à Luta, que capacita mulheres rurais para a gestão de negócios nas fazendas. A senadora também destacou os programas de Inclusão Digital Rural, que visa estimular o uso do computador na atividade agropecuária, e os cursos de Educação à Distância (EaD) do SENAR. Na área de promoção social, citou, ainda, o Útero é Vida, programa de prevenção do câncer de colo de útero na população feminina rural, e o Ciranda da Cultura, criado com o objetivo de levar atividades culturais ao meio rural.

A programação da missão do Sistema CNA/SENAR continua nesta terça-feira, com a divisão da comitiva em dois grupos. Uma parte da delegação segue para a província de Tete, localizada ao norte do país africano, para conhecer as instalações da Vale e projetos sociais desenvolvidos pela empresa em comunidades reassentadas. O outro grupo viaja para a província de Nampula, onde inicia visitas técnicas para conhecer empreendimentos agropecuários e identificar novas áreas com potencial para futuros investimentos em produção agropecuária.

Fonte: Assessoria de Imprensa CNA