Palmas

Foto: Marcus Vinicius

“Escolhemos investir em educação para o trânsito, que é uma medida saudável, barata e preventiva contra acidentes, que tanto causam traumas, sequelas físicas e têm um custo altíssimo para a sociedade” - Com esse argumento, Samuel Bonilha, secretário da Saúde de Palmas, entregou equipamentos e móveis destinados à educação para o trânsito, da população da Capital, ao secretário da Segurança Pública, Trânsito e Transporte (SSTT), Cel.Antônio Martins Benvindo, na tarde desta terça-feira, na mini cidade Palminhas.

Os equipamentos vão ser utilizados no auditório da SSTT, para aulas de educação no trânsito, na formação de agentes mirins. São compostos de 52 - cadeiras escolares, 01 - TV LCD 32", 04 - microfones auriculares 01 - armário de aço 01 - armário roupeiro.

Conscientização

De acordo com o Cel.Antônio Martins Benvindo, é necessário conscientizar os condutores de veículos, da alta periculosidade do trânsito de Palmas. “Nossa Capital tem, proporcionalmente, o terceiro trânsito mais violento, do Brasil, sendo que, os maiores causadores de acidentes nos últimos cinco anos, foram motoristas habilitados, com idade entre 30 e 59 anos ” - informa o secretário, acrescentando que os guardas municipais serão implacáveis no cumprimento e aplicação das leis de trânsito.

Idade Fértil

Segundo Bonilha, em média, nos anos de 2009 e 2010, cerca de 12% das mortes foram por acidentes de trânsito, em Palmas. A maior prevalência é na população de 20 a 49 anos, faixa de maior produtividade etária.

“Temos nas crianças e nos jovens, que vão assistir essas aulas, aliados para cobrarem dos pais, condutores de veículos, uma postura de maior consciência e obediência às leis de trânsito, evitando como isso, os acidentes que comprometem a saúde e ceifam vidas” - assegura o secretário da Saúde.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Semus