Polí­tica

Foto: Benhur de Souza

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 21, o deputado Raimundo Moreira (PSDB), comentou sobre a secessão presidencial na Assembleia Legislativa. De acordo com o deputado, a base aliada do próximo governo ainda não se mobiliza na AL para a composição da Mesa.

O deputado lembrou que ainda existem deputados a serem empossados no plenário da Assembleia e que estes ainda precisam ser consultados sobre a eleição para presidente da Casa. “Nós ainda temos um terço da Assembleia Legislativa para tomar posse. E estes deputados também tem que ser consultados”, completou.

Moreira ainda destacou que o governo precisa da maioria dos deputados na Casa para ter maior tranquilidade em exercer suas funções executivas e que os parlamentares entendem isso. “Ninguém vai ficar na contramão do progresso”, ressaltou.

Consenso

Sobre as articulações com os demais deputados, Raimundo Moreira informou que não descarta o apoio de nenhum nome para possíveis apoios de candidatos da base do governador eleito Siqueira Campos (PSDB), à presidência da Assmbleia. De acordo com ele, “a presidência da Casa pode ser conseguida, inclusive, por consenso”.

Deputado Palito

Sobre uma possível proximidade do deputado Raimundo Palito (PP) – da base do atual governo - com o futuro governo do Estado, Raimundo Moreira destacou a força do deputado na região da segunda maior cidade do Tocantins. “Ele (Palito) tem muita representatividade em Araguaina. Ele não ficando na base do governo, Araguaina não fica representada na base do governo”, completou.

Moreira ainda se mostrou animado com a aproximação do pepista, depois de conversas com o coordenador da equipe de transição, o ex-senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB). “Se ele quiser compor a base do governo (Siqueira Campos) estaremos abertos”, completou.