Polí­tica

Foto: Wilson Rodrigues

Uma das principais secretarias de Estado do Tocantins, com o segundo maior orçamento previsto na LDO de 2011, a Sesau, Secretaria de Estado da Saúde, será gerida, no primeiro momento do próximo mandato de Siqueira Campos (PSDB) por uma comissão.

De acordo com o porta-voz do governo, Sandro Petrilli, será escolhida uma comissão para formar força tarefa que irá investigar as causas dos problemas que tem complicado a situação da saúde pública no Estado.

Petrilli informou ainda que a equipe será formada por profissionais técnicos vindos de fora do Tocantins, que farão o que ele chamou de varredura nas estruturas e finanças do setor no Estado. “Será formada por profissionais técnicos que farão varredura em todas as entidades de saúde e contratar uma auditoria externa que irão vasculhar todas as instalações e números”, informou.

O jornalista destacou ainda que a força-tarefa da saúde no Tocantins irá atuar, a princípio, por um período de 30 a 90 dias, e que somente depois de concluídos os estudos e diagnósticos sobre a saúde tocantinense a secretaria será entregue na mão de seu próximo gestor.

Contudo, os nomes que irão ocupar a Sesau, tanto no primeiro momento, quanto de forma definitiva no governo Siqueira Campos, ainda não serão conhecidos pelo público. “Os nomes da comissão serão divulgados nos próximos dias”, completou.