Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal do PMDB, Moisés Avelino que apoiou o governador Siqueira Campos (PSDB) na campanha eleitoral do ano passado afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 6, que mesmo sem compromisso algum com o novo governo, ele “ganhou” a indicação em uma secretaria.

“Ele (Siqueira Campos) me deu a secretaria mas eu achei que não dava para mim e eu coloquei o Igor (Igor Avelino), ele está lá no meu lugar”, salientou.

O filho do deputado, Igor Avelino, que é da área de turismo assumiu então a pasta. “O Igor não queria mais assumir nenhum cargo público, mas ele aceitou para segurar nosso espaço. Ele é mais jovem, é melhor do que eu”, frisou.

Avelino não conseguiu reeleição e salientou que sua indicação foi a única de aspecto político, já que o atual governo selecionou os titulares de pasta por critério técnico. “Eu não fui atrás de nada, fui apoiar ele na campanha porque eu quis, não tinha nenhum compromisso, nem conversação prévia para isso”, justificou sobre a indicação.

O deputado não foi à posse de Siqueira mas justificou que preferiu acompanhar pela televisão. Avelino diz estar satisfeito com o atual governo.

O ex-deputado afirmou que agora vai cuidar de questões pessoais.