Estado

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Colinas, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, entregou na última semana, os lotes da lavoura comunitária. Em uma área de cerca de 40 hectares, a Prefeitura está prevendo colher 1.200 sacas de arroz. Estão sendo beneficiadas 64 famílias.

Agora, cada família beneficiada já está cuidando do seu lote. Técnicos agrícolas da Prefeitura estão acompanhando e orientando os trabalhos na lavoura.

Os profissionais do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico estão fornecendo todo o suporte necessário para que esta colheita, que está prevista para março seja um sucesso.

O projeto Lavoura Comunitária é uma ação para produção de alimentos em benefício de famílias carentes que estão na zona urbana. O prefeito José Santana Neto tem investido na agricultura familiar como ferramenta de desenvolvimento social. “Temos incentivado as famílias a se tornarem produtoras de seu próprio sustento”, explica o prefeito.

Aos 70 anos, Valdomiro Fernandes é um aposentado que participa do projeto Lavoura Comunitária. Ele não esconde a emoção em participar pela décima vez do projeto. “Colinas ficou quatro anos sem essa lavoura, minha família sentiu falta. Tentamos fazer, mas não tivemos apoio. Agora, todo ano eu estou aqui, cuidando das minhas duas linhas. Planto para o sustento da minha família”, comenta o agricultor.

Pelo segundo ano, Leonardo Marques Siqueira de 56 anos também participa do projeto. O arroz também é para o consumo da sua família. “O que colhemos aqui faz a diferença nas nossas vidas”, explica.

Damião Santos participa pela primeira vez. A sua família tem 14 pessoas. Para ele, esta é a chance de ter um ano muito melhor. “Estamos cuidando para não faltar comida em casa. Esse projeto é muito bom. Quero colher muito”, revela.

Projeto

A Prefeitura de Colinas realiza pela décima vez o projeto Lavoura Comunitária. Ele começou a ser feito no final da década de 90 e ficou parado nos anos de 2005, 2006, 2007 e 2008. Em 2009, o prefeito José Santana Neto criou novamente o projeto. “Quando assumimos a Prefeitura sabíamos que as pessoas de baixa renda precisavam deste projeto para garantir seu alimento e por isso, colocamos a lavoura como prioridade”, lembra o prefeito.

A seleção das famílias beneficiadas pelo projeto lavoura comunitária é feita através do cadastro sócio econômico da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Colinas do Tocantins