Saúde

A Capital do Tocantins, Palmas, é uma preocupação para a Sesau – Secretaria de Estado da Saúde devido ao aumento de casos notificados de dengue. Nesta segunda-feira, 14, Palmas registrava 32% dos casos notificados no Estado, ou seja, este ano dos 3.850 casos contabilizados em todos os municípios, 1.230 casos estão em Palmas. Este dado coloca a Capital em primeiro lugar em notificações, seguida por Gurupi com 250 casos, 6% das notificações e Paraíso do Tocantins com 193 casos; 5% das notificações.

Devido a isso, a Sesau colocou nesta semana três equipes de supervisões para poder auxiliar a Secretaria Municipal de Saúde no controle do vetor – Aedes aegypti. Para o diretor de Doenças Vetoriais Reemergentes e Controle de Zoonoses da Sesau, Whisllay Bastos “a Secretaria tem uma preocupação em avaliar, acompanhar e achar junto com o Município a resolução do problema. A intenção é ter sempre uma equipe permanente para supervisionar Palmas ”, esclarece o Diretor.

Outra dificuldade apontada por Whisllay no controle do mosquito Aedes aegypti em Palmas seria os ciclos de visitas realizadas a cada dois meses pelos agentes de endemias, que é estabelecido seguindo orientação do Ministério da Saúde, mas que é contrária à orientação do Estado, que pactuou na CIB – Comissão Intergestores Bipartite em 2009, ciclo mensais de inspeção realizada pelos Agentes em cada imóvel do Estado. O município de Palmas não cumpre com o pactuado.

“Se o ciclo de vida do mosquito é de oito dias, em dois meses teremos uma quantidade enorme mosquito sobrevoando a cidade. Se colocarmos um agente para percorrer seu campo de inspeção a cada mês e eliminado focos do Aedes, estaremos eliminando em 50% a possibilidade da proliferação do vetor”, finaliza Whisllay.

Exército

Além das equipes da Secretaria que estarão em campo realizando a supervisão dos trabalhos a Secretaria municipal de Palmas também contará com a participação do Exército que colocará 200 homens esta semana na cidade. Esta parceria com o Exército foi realizada pelo Governo do Estado para ajudar no combate à dengue em quatro municípios do Tocantins, Palmas, Araguaína, Gurupi e Paraíso que juntos contabilizam 50% dos casos de Dengue no Estado.

Números

Até o momento o Tocantins registrou 3.850 casos suspeitos da doença. Há três óbitos sendo investigados sob suspeita de dengue. Os óbitos aconteceram nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi. Há quatro casos graves da doença, confirmados, um em Araguaína, um em Palmas e dois em Gurupi e 46 casos graves da doença sob investigação.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Sesau

Por: Redação

Tags: Dengue, Exército Brasileiro, Palmas