Economia

Foto: Divulgação

O preparo de jovens para o mercado de trabalho foi o tema da reunião, ontem, segunda-feira, 21, entre o secretário de Trabalho e Assistência Social, Agimiro Costa, secretário das Oportunidades, Omar Hennemanm, subsecretária de Trabalho Marisa Sales e o representante da Fundação Pró-Cerrado no Tocantins, Lucas Meira.

Na reunião foram debatidas propostas para inserção de jovens aprendizes no executivo estadual e um plano para qualificação de jovens nas regiões mais isoladas do Estado como aponta o secretário Agimiro: “Nossa maior preocupação é levar qualificação para as regiões menos favorecidas do Estado como, Bico do Papagaio, Jalapão e cidades a exemplo de Campos Lindos e Goiatins”.

O secretário explicou que nas regiões citadas, as oportunidades são poucas, o que leva os jovens a se mudarem para cidades maiores, mas por não terem o preparo necessário para o mercado de trabalho acabam sendo envolvidos, em alguns casos, no tráfico de drogas e na prostituição.

Para enfrentar essa realidade os parceiros propõem ações nas grandes cidades com atividades conjuntas entre o Sine, que recrutaria os jovens, e a Fundação Pró-Cerrado que acompanharia o processo de aprendizagem. E nas regiões mais isoladas seriam desenvolvidas ações específicas de qualificação. De acordo com o secretário Omar já está sendo realizado um diagnóstico no Estado das principais demandas do mercado de trabalho e os cursos serão oferecidos com base neste levantamento.

Fundação Pró-Cerrado

Além de introduzir jovens no mercado de trabalho, a Fundação Pró-Cerrado busca educar para a cidadania, por meio das boas práticas ambientais, interferindo também no ciclo vicioso existente na relação entre a miséria e a degradação do meio ambiente.

Desde 2000 a Fundação conta com um importante aliado na promoção do jovem, a Lei 10.097/2000, conhecida como Lei do Aprendiz.

Atualmente, a Pró-Cerrado atua nos Estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. Paralelamente ao Programa Jovem Cidadão desenvolve outros projetos e programas voltados para a promoção do jovem, a preservação ambiental, qualificação profissional e apoio a outras organizações.

Fonte: Assessoria de Imprensa Setas