Educação

Foto: Divulgação

As escolas públicas de educação básica pré-selecionadas para participarem do programa ‘Mais Educação’, têm até o dia 26 de abril, para efetuar a apresentação dos planos de trabalho. A prorrogação do prazo, que encerraria nesta terça-feira, 28, foi concedido para garantir que mais escolas possam aderir à educação integral.

O objetivo do programa é oportunizar aos estudantes da educação básica espaços diversificados de aprendizagem onde o aluno passe no mínimo 35 horas semanais no ambiente escolar e tenha acesso à atividades diversificadas além do currículo convencional.

Em 2010, apenas 18 escolas do Tocantins participaram do programa. Neste ano, além destas, mais 54 estão em processo de avaliação e outras 41 formam uma nova listagem de adesão. A previsão da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) é que em 2011 sejam atendidas pelo ‘Mais Educação’ mais de 100 unidades escolares da rede estadual de ensino.

As escolas pré-selecionadas devem registrar os dados até a data estipulada por meio do Simec, sistema de informações do Ministério da Educação (MEC), ao qual a escola tem acesso por meio de senha. O valor dos recursos repassados pelo MEC é determinado com base nas informações sobre o número de estudantes, girando em torno de R$ 37 mil por unidade escolar. Em todo o país, foram pré-selecionadas para o ‘Mais Educação’ aproximadamente16 mil escolas.

Segundo a superintendente de Desenvolvimento e Educação da Seduc, Marta Pacheco, o programa é “uma estratégia do governo federal em parceria com a Seduc, para melhorar a qualidade da educação, oferecendo aos estudantes a ampliação do ensino”.

Como requisito para a pré-selecão, as escolas que vão aderir ao ‘Mais Educação’, neste ano, prioritariamente estão situadas em municípios com mais de 18 mil habitantes e que tenham registrado baixos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2009.

Experiência no Tocantins

De acordo com o mapeamento das experiências de jornada escolar ampliada no Brasil, realizado pelo MEC em 2009, o Tocantins foi apontado como o estado da região Norte que concentra o maior número de experiências em educação integral. A Escola Estadual Setor Sul, em Palmas, é uma delas.

A unidade escolar tem aproximadamente 800 alunos e conta com o programa desde 2009. Os estudantes ficam na escola por mais de sete horas diariamente e podem escolher diversas atividades para frenquentar no contra turno. Aulas de violão, fanfarra, karatê e dança são algumas das opções oferecidas, além de acompanhamento pedagógico complementar em português e matemática.

“Com a implantação do projeto a escola tem alcançado resultados positivos. A melhoria nos índices do Ideb é uma prova disso” relata a diretora da unidade escolar, Élia Barros de Miranda. Segundo ela, o ‘Mais Educação’ é também uma oportunidade de aproximação da família com a escola. “A participação da família aliada ao complemento tem refletido na disciplina e envolvimento dos alunos. ‘O Mais Educação’ oportuniza uma complementação essencial à aprendizagem e ao desenvolvimento cultural e social”, completa a gestora.

Fonte: Assessoria de Imprensa Seduc