Estado

Foto: Divulgação

Os alunos da Escola Estadual Frederico José Pedreira Neto, em Palmas, tiveram na manhã desta terça-feira, 12, uma aula diferente proporcionada pelo programa TCE de Portas Abertas do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. Com palestra sobre as formas de fiscalização do dinheiro público, o Tribunal de Contas do Estado lançou o novo formato do programa, que agora além de receber estudantes para visitas monitoradas, vai até as escolas levar informações do controle social.

Antes da palestra do TCE, os estudantes fizeram uma homenagem às vítimas do massacre em Realengo, Rio de Janeiro. “Sabemos que o que aconteceu por lá pode se repetir em qualquer lugar, mas vamos lutar para que esse tipo de violência não chegue ao Tocantins”, declarou o aluno Samuel Rita, presidente do grêmio estudantil da escola que, em forma de protesto, preparou com seus colegas um vídeo sobre a chacina.

Outro tipo de violência também foi lembrado na palestra dessa manhã: a corrupção. Os alunos receberam material didático de como exercer o controle social e combater o mau uso do dinheiro público. Durante a apresentação, a diretora do Instituto de Contas, Dagmar Gemelli, motivou a participação dos estudantes com exemplos práticos: “Vocês podem denunciar ao Tribunal de Contas se souberem de alguém usando patrimônio público para assuntos particulares” e enfatizou “Queremos que saibam, que juntos, devemos cuidar do que é nosso”.

O objetivo foi aproximar os estudantes do Tribunal de Contas e mostrá-los como podem se tornar fiscais dos bens públicos. Para isso, os alunos conheceram a missão do TCE, por meio de vídeos. Ao final, foram sorteadas bolsas de estudos para cursos ofertados pelo Tribunal.

A lição

A estudante Sylza Batista está terminando o terceiro ano e sonha em estudar Medicina. “Hoje descobri que os meus estudos são e serão pagos por dinheiro público. Então, com certeza, vou ficar de olho”, afirma. Seu colega de escola, Igor Arantes, também fez grandes descobertas nesta manhã: “Eu não sabia que a missão do Tribunal era tão grande. Foi muito bom aprender que o TCE é um órgão ativo”.

O diretor Ozéas Mário enfatizou a importância de programas como o TCE de Portas Abertas: “Acredito que a dinâmica de mostrar o que o TCE representa para a sociedade contribui com a formação social do cidadão e quando ele for adulto vai entender bem a importância da fiscalização dos recursos públicos. Então, a nossa escola estará sempre de portas abertas para o Tribunal de Contas”.

TCE de Portas Abertas

O programa TCE de Portas Abertas é uma das ações de transparência do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. Lançado em março de 2010, tem como objetivo central aproximar a comunidade do TCE, fazendo com que a população participe, cada vez mais, da fiscalização das verbas públicas.

Fonte: Assessoria de Imprensa/TCE