Cultura

Foto: Divulgação

À convite do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Ministério Público Federal (MPF), a Secretaria da Cultura, através do Superintendente de Patrimônio Material e Imaterial – Antonio Miranda dos Santos, juntamente com o Coordenador de Preservação do Patrimônio Cultural – Luciano Pereira da Silva e a Arquiteta e urbanista – Verônica Falcão, participará de audiências públicas no município de Arraias onde será discutido o processo de desapropriação e regularização dos imóveis rurais localizados no território da Comunidade Quilombola Kalunga do Mimoso, nos dias 18 e 19 de abril.

Na ocasião, a equipe aproveitará a viagem para realizar ações de estudos e vistorias no prédio que sediará o museu de Arraias e em Paranã será avaliado peças que comporão o acervo do futuro museu histórico da cidade.

Comunidade quilombola

Em 2010, a Comunidade Quilombola Kalunga do Mimoso foi beneficiada com a assinatura do Decreto pelo Governo Federal, que concede a titulação da terra através do Incra. Serão desapropriados 57 mil e 465 hectares, os quais beneficiarão 250 famílias. Estudiosos afirmam que essas famílias remanescentes de quilombos vivem no local há mais de 200 anos.

Museus

Em Arraias, a equipe irá vistoriar o imóvel onde será implantado o museu histórico do município. O prédio foi adquirido pelo Estado em 2009 e restaurado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 2010.

Em Paranã, solicitado pela prefeitura local, através da equipe, a Secretaria da Cultura realizará estudos de locais que possibilitem a implantação de um museu histórico do município, bem como será realizado uma avaliação de peças que poderão compor o acervo do museu.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Secult