Palmas

A quadra poliesportiva da Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares foi o palco da abertura oficial da VII edição das Olimpíadas Escolares de Palmas 2011, que aconteceu na tarde desta terça-feira, 03. O prefeito Raul Filho, acompanhado do secretário da Educação, Zenóbio Júnior, e demais autoridades presentes, declarou a abertura dos jogos, incentivando os alunos a competirem dentro do espírito esportivo.

O evento foi marcado pelos desfiles das delegações, execução do Hino Nacional, juramento dos atletas e a entrada da tocha olímpica conduzida pelas alunas/atletas Ennilara Lisboa e Karine Paiva, medalhas de ouro e representantes do Tocantins nas Olimpíadas Escolares Nacional de 2010, nas modalidades de judô e handebol respectivamente.

Após o acendimento da pira olímpica, o público pode assistir a apresentação de lambada dos alunos da APAE, Valdir e Rita Santana. Na sequência, os alunos das escolas municipais Anne Frank, ETI Pe. Josimo e ETI Eurídice Mello encantaram o público com a apresentação artística com o tema “uma volta ao mundo dos esportes”, quanto mostraram um pouco dos esportes individuais, coletivos e paraolímpicos.

A Competição

As Olimpíadas Escolares de Palmas, uma realização da Prefeitura Municipal por meio da secretaria Municipal da Educação, tem como principais objetivos fomentar a prática do esporte escolar com fins educativos, possibilitar a identificação de talentos desportivos nas Instituições de Ensino, desenvolver o intercâmbio sócio-cultural e desportivo entre os participantes, contribuir com o desenvolvimento integral do aluno/atleta como ser social, estimulando o pleno exercício da cidadania por meio do esporte.

Nesta edição os alunos/atletas competirão em 18 modalidades esportivas: Atletismo, Basquetebol, Beach Soccer, Canoagem, Futsal, Futebol Sete Society, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Karatê, Mini Maratona, Natação, Tênis de Mesa, Taekwondo, Voleibol, Vôlei de Praia, Xadrez, além dos jogos adaptados para alunos portadores de necessidades especiais. A competição destina-se a adolescentes, com idade entre 12 e 14 anos, das redes pública e particular da Capital.

Fonte: Ascop