Saúde

Foto: Marcos Vinícius

Equipes de analistas em saúde e médicos veterinários do Centro de Controle de Zoonoses, (CCZ), da Secretaria da Saúde de Palmas, (Semus), fazem palestras educativas, para os alunos da Escola Estadual Madre Belém, à Alameda 13, Quadra 604- Sul, antiga Arse 61.

Leishmaniose Visceral

Nesta quinta-feira, 2, às 19h30, os especialistas vão explicar para os estudantes noturnos, todo o processo de desenvolvimento da Leishmaniose Visceral, mais conhecida como Calazar.

“Vamos falar sobre os transmissores, os reservatórios, os aspectos clínicos em animais e humanos, os métodos de prevenção e de combate da doença, utilizados pelo CCZ, além da posse responsável” , destaca Ana Cristina Pereira da Silva, bióloga da Semus. De acordo com a bióloga, o laboratório de Entomologia ficará em exposição para que os estudantes conheçam os vetores da doença.

Agravos Respiratórios

Nesta sexta-feira, 3, nos períodos matutino, vespertino e noturno, as palestras serão sobre riscos e agravos respiratórios causados pela queima de biomassa e lixo, focando a prevenção e combate às queimadas, como forma de prevenção às doenças.

“Os estudantes serão multiplicadores conscientes, em suas casas e vizinhanças dos males que as queimadas domésticas podem ocasionar para a saúde. Com o início da estação seca e a baixa umidade do ar, aumenta a incidência de doenças respiratórias”, explica Claúdio Flatin, da Coordenação do Programa de Vigilância do Ar, (Vigiar) da Semus.

Conscientização e prevenção

De acordo com o secretário da Saúde de Palmas, Samuel Bonilha, as palestras em escolas, empresas e associações conscientizam os residentes da Capital, dos problemas e doenças causadas pelos procedimentos equivocados do dia a dia.

“Essa é uma medida preventiva, que além de ser mais barata e prazerosa, instruiu os cidadãos, levando cultura, conhecimento e responsabilidade ao mesmo tempo, pois a cidadania consiste em ter direitos e também deveres, na vida em sociedade” - argumenta Bonilha, informando que os especialistas da Semus estão à disposição da comunidade para esse trabalho educativo.

Para solicitar palestras sobre endemias e outros agravos, a sociedade organizada pode ligar para os fones: 3218 5561/ 32185144.

Fonte: Ascom Semus