Palmas

Foto: Divulgação

Os moradores do Jardim Taquari estão participando ativamente do recadastramento de imóveis promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Habitação (Sehab). Na abertura do segundo dia da ação compareceram cerca de 300 pessoas, destas, um total de 180 realizaram o recadastramento de imóveis. O recadastramento dos cinco mil lotes nas quadras T20, T21, T22, T30, T31 e T32 segue até o dia 18 de junho, na Feira Coberta do bairro.

Segundo a diretora Imobiliária, Zélia Bandeira, além dos atendimentos preferenciais: idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais, há um esforço concentrado para atingir cem por cento dos cinco mil lotes a serem recadastrados.

A distribuição de senhas está sendo feita por ordem de chegada e à medida que as cadeiras vão sendo desocupadas, vamos entregando mais senhas. “Porque não temos cadeiras suficientes para toda a comunidade”, explicou a diretora. Para este segundo dia de recadastramento foi colocado mais um guichê para atender a grande demanda. Ao todo são seis guichês de atendimento, sendo quatro para a população em geral e dois preferenciais.

O subsecretário de Regularização Fundiária Urbana, Gláucio Barbosa, garantiu à comunidade que “se até o dia 18 não concluir o recadastramento de todos os moradores e donos de lotes nas seis quadras do setor, nós da Secretaria da Habitação vamos estender o prazo. O importante é que todos sejam atendidos. Não precisam se preocupar”.

Morador da quadra T-32 desde 2006, Charles Alves Costa, disse que chegou cedo para garantir sua senha. Com todos os documentos em mãos, disse que deu tudo certo no atendimento e espera que o recadastramento seja bom para o Taquari. Já a servidora pública Evanete Josefa Teixeira, moradora da quadra T-20, disse que vai esperar até a semana que vem para fazer o recadastramento. “Vou esperar passar o tumulto para fazer meu recadastramento”.

De acordo com Ângela Cristina Leão, atendente em um dos guichês, muitos moradores não apresentam as xérox dos documentos, que são feitas na hora por um servidor. “Quando a pessoa traz a xérox agiliza o atendimento. E tem alguns que pegam a senha, mas estão com a documentação incompleta”. Além do recadastramento dos imóveis também está sendo feita a atualização do Sistema de Cadastro Digital da Sehab.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Sehab