Estado

Foto: Divulgação

Representantes da sociedade civil, poder público, poder legislativo e representantes de entidades se reuniram durante esta quarta-feira, 20, para participar da primeira Conferência Municipal de Assistência Social de Paranã (TO), a 360 km de Palmas. Com o lema Consolidar o SUAS e valorizar seus trabalhadores a conferência foi o método utilizado pela administração municipal e profissionais da área para avaliar e propor novas diretrizes para o setor.

Durante o evento a assistente social Rosilene Belém, representante da Secretaria Executiva do Conselho Estadual de Assistência Social, vinculado a SETAS, falou da importância das conferencias municipais para detectar e corrigir problemas. “É o momento também da sociedade propor mudanças, melhorias e programas que ela deseja ver realizadas em sua cidade”, destacou a assistente social.

A prefeita de Paranã, Edymêe de Cássia Tocantins participou do evento durante os dois períodos de trabalho. “Eu faço questão de participar pois sei que as propostas que sairão daqui irão nortear os trabalhos da nossa equipe no dia-a-dia da secretaria”, frisou Edymêe.

Foram eleitos delegados com poder de voto para participar da 8ª Conferência Estadual que acontece em setembro em Palmas as conselheiras Suene Araújo e Quintina Pereira (titulares), Suréia Araújo e Denise Santos (suplentes)

A conferência teve como sub-temas as Estratégias para a estruturação da Gestão do trabalho no SUAS; o reordenamento e qualificação dos serviços sociassistenciais; o fortalecimento da participação e do controle Social e a Centralidade do SUAS na erradicação da extrema pobreza no Brasil.

Os trabalhos da equipe têm continuidade nesta quinta-feira quando será realizada a primeira Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional com o Alimentação adequada e saudável: direito de todos. As Conferências são espaços de caráter deliberativo em que são debatidas e avaliadas as Políticas Sociais de um município, estado ou país.

Os debates são coletivos com participação social mais representativa, assegurando momentos para discussão e avaliação das ações governamentais e também para a eleição de prioridades políticas que representam os usuários, trabalhadores e as entidades de assistência social.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Paranã