Educação

Foto: Divulgação

Os alunos do 9° ano da Escola Municipal Crispim Pereira de Alencar, no Distrito de Taquaruçu, terão a oportunidade de despertar uma nova consciência sobre meio ambiente e cidadania com a capacitação em Monitores Ambientais.

Na noite dessa segunda-feira, 05, foi dado o pontapé inicial em um projeto que busca uma nova perspectiva de cidadania e consciência ambiental para os alunos da Escola Municipal Crispim Pereira de Alencar e para os moradores de Taquaruçu, em Palmas. A Prefeitura Municipal de Palmas, através da Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência e Emprego e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos, lançou o Curso de Monitores Ambientais.

O curso realizado em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) irá capacitar 39 alunos do 9° ano do ensino fundamental. O tema do curso é “Palmas: Educação para a Sustentabilidade”. A professora Fátima Alves, uma das coordenadoras do curso, explicou que o projeto foi desenvolvido ao longo de um ano, sempre buscando que a educação cumpra seu papel social. Ainda segundo ela, o curso trabalhará a sustentabilidade das áreas de proteção ambiental de Taquaruçu aliado a geração de emprego e renda. A proposta visa desenvolver a cidadania e o potencial do ecoturismo local. “Vamos formar jovens monitores ambientais para atuarem no desenvolvimento sustentável do ecoturismo de Taquaruçu. Essa é uma nova modalidade de educação em tempo integral, com curso de capacitação”, disse.

O prefeito Raul Filho destacou que é preciso focar na preservação do meio ambiente. Segundo ele é necessário que se pense na reciclagem, em um futuro sustentável para toda a sociedade. “Temos que preservar e devolver ao meio ambiente o que todos os dias nos tiramos dele. Não podemos permitir que o nosso turismo seja de degradação, e sim um turismo sustentável, esse é o nosso desafio”, disse. Raul Filho ressaltou que esta é a primeira iniciativa neste âmbito em Palmas e trará bons resultados. “Em Palmas vocês são os primeiros nesse projeto e vamos apoiar mesmo. Nós, no futuro, estaremos aqui vendo o sucesso desta célula implantada hoje”.

Trabalho colaborativo

O instrutor do Senac, Pedro Ferreira de Souza, explicou que serão 160 horas de curso. O curso será divido em aulas presenciais e educação a distancia (Ead), através de aulas pela internet. O curso será oferecido gratuitamente aos alunos.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência e Emprego, José Arcanjo Pereira, ressaltou a capacidade empreendedora e produtiva do projeto e que é necessário adequar a qualidade local para receber o turista. “Temos que abraçar a intenção do Turismo Sustentável em Taquaruçu”. Para o secretário de Educação, Zenóbio Júnior, o modelo do curso dá autonomia de estudo aos alunos e logo será expandido. “Logo estaremos expandindo o curso. Esses alunos irão fazer a diferença em Taquaruçu após esta noite”, disse. (Ascop)