Cultura

Foto: Emerson Silva

Festejada há muitos anos somente entre os membros da comunidade, com brincadeiras de roda, fogueira e cavalgada ao campo, onde se contavam histórias, lendas e ‘livusias’, a ‘Festa da Colheita do Capim Dourado’ no Povoado Quilombola Mumbuca - Jalapão, que acontece nos dias 17 e 18 de setembro, tornou a colheita do capim dourado numa festa cultural.

A festa, que recebe o apoio da Secretaria Estadual da Cultura / Fundação Cultural (Secult/Funcult), tem como objetivo, o resgate da história e da cultura do Povoado Mumbuca, do seu conhecimento na arte com o capim dourado, lendas, músicas e tradições, o incentivo a coleta coletiva, ordenada e sustentável da matéria-prima, entre outros.

A secretária da Cultura, Kátia Rocha, destaca a importância das propostas da festa que buscam conscientizar para a minimização dos impactos negativos sobre o cultivo e coleta do material. ‘O capim dourado possui uma beleza atrativa e rentável. É importante promover a conscientização dos valores culturais, da importância da conservação ambiental, do turismo e da interação entre as comunidades para que haja uma continuidade no manejo sustentável dessa que é uma das riquezas do nosso Estado’, enfatiza a secretária.

Na abertura do evento, após a benção do pastor Jorge Paiva, a programação trará a cavalgada, o turismo cultural e corrida a cavalo, em seguida prestará uma homenagem a ‘Rainha do Capim Dourado’, Dona Miúda, a apresentação de peça teatral, de dupla e desfile para escolha da ‘Princesa e Garota Capim Dourado’. No segundo dia, traz culto de louvor e agradecimento, depoimentos, palestras e encerramento com festival de músicas. Ainda no clima de festejo, no dia 20 de setembro, acontecerá a saída para o campo, com festa na partida e na chegada.

Programação

17 de Setembro - Sábado – Abertura Oficial da Festa da Colheita do Capim Dourado

8h30 – Benção do Pastor Jorge Paiva.

– Cavalgada: Mulheres Douradas.

12h – Almoço coletivo.

13 às 15h – Turismo Cultural: visitas as casas das famílias, encontros das águas e fevedouros, visita ao campo do capim dourado, mundo das areias. Com acompanhamento do guia nativo de Mumbuca.

16h – Corrida a cavalo.

18h – Jantar coletivo.

20h – Homenagem a inesquecível Rainha do Capim Dourado, Dona Miúda.

21h – Peça de teatro: Nossa História e Nossa Cultura.

– Dupla: Tradição do Jalapão. Violinha de Vereda.

22h – Desfile: Escolha da Princesa e Garota Capim Dourado.

18 de setembro – Domingo

8h30 – Culto de Louvor em agradecimento a Deus. E depoimento de pessoas do Povoado Mumbuca.

12h – Almoço coletivo.

14h – Manejo do Capim Dourado. Isabel Shmith. Ibama.

15h – Identificação Geográfica. Carla Belas. Promoart.

16h – Direitos e Deveres Quilombolas. Procurador Alvaro Lotufo Manzano. MPF.

20h – Festival de Músicas: AFRO/GOSPEL – Talentos da terra.

(Ascom Secult)