Polí­tica

Foto: Divulgação Donizeti Nogueira durante evento alusivo aos 30 anos do PT no Tocantins Donizeti Nogueira durante evento alusivo aos 30 anos do PT no Tocantins

O Diretório regional do Partido dos Trabalhadores no Tocantins decidiu convocar eleição para o Diretório Metropolitano do Partido que será realizada no dia 30 de outubro. Atualmente o PT, na capital, é comandado por uma Comissão Executiva Provisória que tem à frente o petista e ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet), Divino Mariosan.

Segundo comunicado do presidente regional do PT, Donizeti Nogueira, a eleição está sendo convocada após avaliar o quadro de interinidade do partido na capital juntamente com a Secretaria de Organização Nacional. O prazo para a inscrição de Chapas vai até o dia 30 de setembro.

A convocação da eleição para composição do Diretório do PT na capital vinha sendo cobrada pelo grupo ligado ao prefeito Raul Filho, que já havia sido indicado pelo Diretório Regional para coordenar o processo eleitoral na capital em 2012, uma indicação obvia e natural por se tratar do prefeito.

A decisão desta semana, do Partido, pode ser considerada mais uma vitória do grupo do prefeito Raul Filho sobre o grupo do presidente regional. Os dois grupos travam força dentro do Partido desde o ano passado no período pós eleitoral. Nos bastidores Donizeti Nogueira reclama que teve a máquina do prefeito trabalhando contra sua candidatura a deputado federal. Por outro lado, o prefeito e a primeira-dama da capital, deputada estadual Solange Duailibe, se ressentem com o núcleo regional do Partido por não ter tido o apoio, este ano, quando tinham praticamente garantida a presidência da Assembleia Legislativa do Tocantins para a primeira-dama, bastando para tal, apenas o apoio dos dois deputados estaduais petistas ligados ao Diretorio Regional.

O casal ainda enfrentou um processo de expulsão do Partido que culminou numa suspensão partidária de 4 meses como punição, depois que a Executiva Nacional do Partido interviu controlando a animosidade entre as partes.

A decisão do presidente desta semana vem depois de um encontro que ele manteve nessa quinta-feira, 8, com membros da Executiva Nacional. Inicialmente o presidente não tinha plano para convocar a eleição para o metropolitano, pois, segundo ele, isto poderia levar a um maior acirramento da disputa entre os grupos, não contribuindo para a paz no Partido.

Confira abaixo a nota do presidente do PT Tocantins, onde ele informa a convocação da eleição.

Comunicado

A Presidência Regional do Partido dos Trabalhadores do Tocantins, após avaliar o quadro da interinidade do PT em Palmas, juntamente com a Secretaria de Organização Nacional, resolve convocar a realização do Processo de Eleições Diretas Extraordinário - PEDEX, em Palmas, orientado pelas seguintes diretrizes:

1 – O Pedex será coordenado pela Comissão Provisória Municipal, supervisionado pela Direção Estadual e acompanhado pelo Secretário Nacional de Organização, Paulo Frateschi;

2 – O Pedex de Palmas será realizado dia 30 de Outubro, das 8 as 17 horas;

3 – O prazo para a inscrição de Chapas é 30 de setembro de 2011;

4 – Impugnações ou contestações das chapas ou nomes inscritos devem ser feitas até dia 07 de outubro de 2011;

5 – Observados estes prazos, os demais e as diretrizes são aquelas expressas no estatuto e no regimento do último PED; e,

6 – O local e as demais providências serão definidos pela Comissão Provisória Municipal, e discutidos com representantes das eventuais chapas e candidaturas inscritas para disputarem o Pedex.

Palmas 08 de Setembro de 2011.

Donizeti Nogueira

Presidente Estado do PT