Saúde

Foto: Marcos Vinicius

A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) e o Comitê Municipal de Mobilização Social de Combate à Dengue reúnem-se com parceiros para a definição de novas estratégias de enfrentamento da dengue, nesta terça-feira, dia 13 de setembro, às 14h. O encontro acontece à Quadra 104 Norte, Avenida LO-02 lote 30 , Edifício Lauro Knot (Anexo I da Secretaria da Saúde do Estado).

Durante a reunião, será apresentado o panorama de ações de combate e prevenção à dengue já desenvolvidas na Capital e serão debatidas as sugestões apresentadas pelos parceiros do Comitê.

Novos colaboradores

Segundo o secretário municipal da Saúde, Samuel Bonilha, a Sesau está em busca de parceiros da iniciativa privada e de instituições não-governamentais a fim de estruturar uma rede de colaboradores ativos na vigilância ao mosquito da dengue em Palmas. “Empresários, entidades representantes de classes profissionais, organizações de não-governamentais (ONG's), igrejas, instituições de ensino e comunidade são muito bem-vindos”, diz Bonilha.

Focos de fácil remoção

Relatórios recentes do Centro de Controles de Zoonoses (CCZ) demonstram que mais de 40% dos criadouros encontrados com larvas são passíveis de remoção ou proteção. “Durante as vistorias, nossos agentes encontram muitos criadouros que poderiam ter sido evitados com atitudes simples, como posicionar pneus em área coberta ou colocar areia em pratos de vasos de plantas”, explica Cláudio Gilberto Garcia, diretor de Vigilância em Saúde da Semus.

Parceiros

Compõem o Comitê Municipal os seguintes parceiros: Semus, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Gerência de Vigilância Epidemiológica (GVE), Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS), Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Serviço Social da Indústria (Sesi), Associação de Comércio e Indústria (ACIPA), Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Guarda Metropolitana, Conselho Municipal de Saúde (CMS), entre outros. (Ascom Semus)