Campo

Foto: Divulgação

O município de Aparecida do Rio Negro, a 80 km de Palmas, será sede do Dia Técnico da Mandioca, que acontecerá durante esta quarta-feira, 14 de setembro, no Clube Social do Município. O evento, que é uma realização do Governo do Tocantins, por meio da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, visa incentivar a produção da mandioca na região.

De acordo com José Vieira Jucá, engenheiro agrônomo da Seagro, a iniciativa privada tem interesse em instalar uma fecularia de mandioca em Aparecida do Rio Negro. “O intuito desse evento é justamente incentivar o produtor rural da região a cultivar a mandioca”, afirmou Jucá, acrescentando ainda: “essa região [Aparecida do Rio Negro] é propícia para o cultivo da mandioca”.

O 1º Dia Técnico da Mandioca, realizado em Aparecida do Rio Negro, contará com quatro palestras voltadas para o cultivo da raiz. A primeira, proferida pela Seagro, será voltada para a Cadeia Produtiva da Mandioca no Tocantins. Logo depois, uma técnica da Unitins apresentará os resultados das pesquisas realizadas sobre a cultura dessa raiz no Estado. Os produtores da região ainda participarão de palestras sobre as “Tecnologias para o Cultivo da Mandioca” e a “Industrialização da Mandioca”.

Segundo dados do IBGE, a produção tocantinense de mandioca se aproxima de 350 mil toneladas por ano, o que coloca o Estado na 21ª colocação no ranking da produção nacional da raiz. Entre os municípios com maior produção no Tocantins estão Porto Nacional, Filadélfia, Araguatins, Araguaina, Arraias, Taguatinga, Caseara e Pium.

A Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário realiza “Dia de Campo” em diversas regiões do Estado e sobre a produção de diversas culturas, com o intuito de potencializar a produção agrícola do Tocantins. (Ascom Seagro)