Campo

Foto: Divulgação

O secretário estadual das Oportunidades, Omar Hennemann, reuniu-se nesta terça-feira, 13, em Brasília, com a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, para apresentar o projeto do novo Ruraltins em fase de implantação no Tocantins. O encontro foi de iniciativa do governador do Tocantins Siqueira Campos, e contou com o apoio da senadora Kátia Abreu (PSD),que atuou como articuladora do encontro.

Na oportunidade, a ministra conheceu a nova metodologia de assistência técnica e extensão rural com a centralização de competências (Ruraltins Peixe, Ruraltins Leite, Ruraltins Frutas e Ruraltins Ambiental), e a implantação da meritocracia, ou seja, os técnicos terão incentivos pela produtividade e evolução dos resultados das propriedades.

Outra ação apresentada pelo secretário foi o projeto de implantação do Grupo de Ação Solidária (GAS). A iniciativa prima pelo envolvimento da sociedade, de forma voluntária, no desenvolvimento de ações governamentais que buscam a inclusão das pessoas no processo produtivo. O assunto teve o apoio de imediato da ministra Tereza Campello que determinou a sua assessoria buscar todas as informações e acompanhar a implantação do projeto para uma provável extensão aos demais Estados do Brasil.

Da audiência resultou o agendamento de um encontro entre cinco ministérios do Governo Federal e as correspondentes secretarias e órgãos estaduais, como a Secretaria da Agricultura, Secretaria de Ação Social e Trabalho, Naturatins, Ruraltins e das Oportunidades.

A audiência foi articulada pela senadora Kátia Abreu (TO), presidente do Sistema FAET/CNA, que conhece profundamente as necessidades dos tocantinenses de todas as regiões, reforçando as explanações do secretário Omar Hennemann que manifestou assim o resultado da audiência: “é impressionante a receptividade da Ministra Tereza Campello. Demonstrou um carinho especial ao Tocantins e aposta na ampliação da parceria com o governo Siqueira Campos, o qual classificou de inovador e destacada credibilidade, fator determinante para o apoio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome”.(Ascom Secretaria das Oportunidades)