Polí­tica

Foto: Divulgação

Como veiculado pela CBN Tocantins nesta segunda-feira, 17, o ex-governador Carlos Gaguim afirmou que vai exigir que o secretário estadual da Habitação, Igor Avelino deixe o governo por ser filiado ao PMDB e a legenda ser de oposição.

O ex-governador já teria inclusive comentado a colegas de partido sobre tal pretensão, segundo informações ao Conexão Tocantins.

O secretário Igor Avelino afirmou hoje que não responderá a declaração do ex-governador. “Eu não responso lunático”, frisou ao Conexão Tocantins. Igor salientou que não segue orientação de Gaguim no partido.

“Se o partido fizer alguma orientação eu vou analisar”, frisou. O secretário disse ainda que não pretende deixar os quadros do PMDB. “Sou do partido e não pretendo sair”, disse. Igor assumiu a pasta em razão do apoio de seu pai, ex-governador Moises Avelino que apesar de ser do PMDB fez campanha para o governador Siqueira Campos e é aliado do governo.

Avelino no entanto vem costurando o apoio do partido para tentar disputar a prefeitura de Paraíso em 2012.