Polí­tica

Foto: Raquel Oliveira Vice-prefeita de Palmas, Edna Agnolin (PDT) fala durante uma das reuniões do grupo Vice-prefeita de Palmas, Edna Agnolin (PDT) fala durante uma das reuniões do grupo

O grupo de partidos que se juntou com o argumento de discutir projetos e propostas para a capital retomará as atividades, segundo afirmam os integrantes. Com as movimentações para troca de partidos e filiações tendo em vista o pleito do próximo ano o grupo estava paralisado. O grupo é intitulado “Palmas de Coração”.

Mesmo com as críticas de que a intenção do grupo é apenas fazer discussões políticas para 2012, o empresário Carlos Amastha e pré-candidato pelo PP salientou que o intuito maior é a apresentação de propostas para os principais problemas da capital. “Uma nova reunião será marcada e nós vamos começar com as propostas”, frisou.

Amastha não é mais o coordenador do grupo. “Vamos dar espaço para cada um dos partidos no grupo”, frisou. Sendo assim a coordenação será alternada.

O fato de ter apenas um dos integrantes à frente foi motivo de críticas logo no lançamento do grupo e foi alvo de questionamento novamente pelo representante do PTN, vereador José do Lago Folha Filho. “Eu noto que houve interesse e pretensões individualizadas o que foge do que estávamos discutindo”, alfinetou. Folha frisou que o grupo está disperso mas que o PTN mantém o compromisso de participar das discussões. “Estamos aguardando as próximas convocações”, frisou.

Amastha, que só retorna ao Brasil dia 25 deste mês, informou que o vereador deve coordenar a próxima etapa de ações do grupo. A vice-prefeita de Palmas e presidente do PDT de Palmas, Edna Agnolin também deve estar à frente das próximas ações. A primeira discussão será sobre desenvolvimento urbano. No grupo estão ainda PMDB, PCdoB, PPS e PT.

Candidato para 2012

O deputado estadual e representante do PSB no grupo, Wanderlei Barbosa frisou ao Conexão Tocantins que já conversou com alguns aliados que integram o “Palmas de Coração” para a continuidade das discussões. “O grupo discute interesses da cidade, discute os problemas e avanços”, pontuou. A intenção final, reforçou Barbosa, é que o grupo consiga lançar um candidato no pleito de 2012.