Polí­tica

Foto: ObritoNews

A senadora Kátia Abreu, vice-presidente do PSD nacional, coordenou na tarde desta quarta-feira, 26, ao lado do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, uma reunião no Congresso Nacional que contou com a presença dos 55 deputados federais do partido e que formam, agora, a terceira maior bancada na Câmara dos Deputados. Também estiveram presentes os representantes dos dois governadores do partido (de Santa Catarina e Amazonas), senadores, deputados estaduais e prefeitos da legenda de todo o país.

Do Tocantins estiveram presentes os federais César Halum e Irajá Abreu e o vice-governador João Oliveira, além dos estaduais Toinho Andrade e Sandoval Cardoso. Estavam ainda no encontro os vereadores Valdemar Junior (Palmas) e Marta (Gurupi).

Kátia foi aplaudida na sua fala e tratada como uma das peças fundamentais para a criação do partido. “Uma grande senadora”, disse o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos. Mesmo conceito emitido por Kassab para falar do trabalho de Kátia Abreu. Kassab anunciou que o partido já tem 150 mil filiados no país.

“Defendemos a liberdade de imprensa e a democracia”, discursou Kátia Abreu para um auditório (Petrônio Portela) lotado. Ela explanou a filosofia do PSD, centrada na defesa da livre iniciativa e a favor do estado mínimo. “Vencemos nossa luta contra os poucos que torciam contra”, falou Kátia Abreu., para quem, a partir de agora acabou-se a polarização que existia entre dois partidos na política brasileira, referindo-se ao PT e ao PSDB.”É possível ter independência e ser uma alternativa”, disse.

O encontro teve pronunciamentos do presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra, do presidente da Câmara, deputado Marcos Maia (PT) e do presidente nacional do PR, senador Alfredo Nascimento. Estiveram ainda lá representantes nacionais do PP e de outros partidos da base do governo federal, assim como líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vacarezza. (Assessoria de Imprensa Kátia Abreu)