Esporte

Foto: Osterno Parrião

Os jogos tradicionais representam o momento de maior fascínio dos XI Jogos dos Povos Indígenas. As disputas de arco e flecha e corrida de tora tiveram início na tarde deste domingo, 6, na Arena Central montada na Ilha de Porto Real, no município de Porto Nacional (TO). Centenas de indígenas representantes de cerca de 30 etnias mostraram força, precisão e técnica em aproximadamente 4 horas de apresentações. A arena ficou lotada de pessoas de várias regiões do Estado que foram conferir a cultura indígena de etnias de todo o Brasil.

Na modalidade de arco e flecha competiram 28 indígenas de etnias variadas e quatro foram classificados para a final. Na terça-feira, 8, será realizada outra etapa classificatória, quando serão definidos outros quatro participantes para a etapa final. Os classificados do domingo são: Lenilson Erikcbatsa, Moisés dos Santos Pataxó, Alexandre de Jesus Bororo, Kadjonhoro Xikrim.

De acordo com o coordenador geral dos jogos, Marcos Terena, as disputas acontecem normalmente com etapas eliminatórias e finais, mas nenhum indígena é premiado. “A premiação do atleta indígena é a celebração de compartilhar sua força e técnica com seu companheiro de luta. Esse que é o brilho dos jogos”, explicou. O slogan da competição é “o importante não é ganhar, sim celebrar”.

Além das disputas, o público presente nas arquibancadas pôde conferir diversas apresentações culturais que mostraram a riqueza da tradição indígena. Os XI Jogos dos Povos Indígenas seguem até o próximo sábado, 12. (Secom)