Polí­tica

Foto: Lourêncio Bonifácio Secretário retoma atividades Secretário retoma atividades

Depois de alguns dias afastado para tratamento de hipertensão o secretário de Planejamento e Modernização da Gestão Pública, Eduardo Siqueira Campos retorna ao trabalho nesta segunda-feira, 7.Eduardo passou por vários exames médicos.

O secretário afirmou ao Conexão Tocantins que está bem de saúde e retorna com as metas administrativas de aprovação da lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), do Plano Plurinaual (PPA) e do orçamento de 2012 do governo.

O secretário analisou que este ano foi de recuperação fiscal mas que o Estado conseguiu pagar todas as contrapartidas, inclusive com o Banco Mundial, que estavam atrasadas.Além das peças orçamentárias o governo vai se concentrar agora no pagamento do 13º salário para os servidores. “Temos perspectivas de financiamentos internacionais, um grande volume de obras em andamento, esse foi um ano de recuperação fiscal”, disse.

Falando dos benefícios da regularização da situação fiscal do Estado, Eduardo citou que isso permite uma ajuda maior para as prefeituras. “A situação dos prefeitos é difícil. Não me recordo de ver uma situação tão difícil como a dos prefeitos atuais”, salientou.

Afastamentos

O governador Siqueira Campos (PSDB) deve pedir que os secretários com pretensões de disputar em 2012 deixe o governo antes de abril, prazo estabelecido por lei para desincompatibilização dos cargos. “O governador manifestou interesse de que os ocupantes de cargo em comissão sejam secretários, diretor executivo ou de qualquer outro nível que desejarem disputar o pleito de 2012 deixem o cargo com prazo maior do que exigido por lei”, frisou. O governo tem vários nomes com pretensões já anunciadas como Goiaciara Cruz em Gurupi, Ronaldo Dimas e Agimiro Dias em Araguaina. Outro nome com intenção de disputar em Miracema é o sceretário Extraordinário de Gestão Hospitalar, Raimundo Boi.

Porém o secretário frisou que a confirmação para tal orientação aos auxiliares de governo deve ser dada pelo próprio governador. “Isso faz parte do direcionamento administrativo do governo”, salientou. A intenção do governador seria já começar o ano com os auxiliares que não tem pretensões evitando assim possíveis transições nas pastas.

2012

As eleições de 2012 para o governo serão discutidas no tempo certo, como voltou a afirmar o secretário. “Se nós formos antecipar um ano com esse que não é de eleição vamos ficar quatro anos pensando em eleição e isso contraria as boas normas da administração pública”, frisou. O secretário ressaltou o fortalecimento dos partidos da base do governo e as articulações das legendas.