Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal do PDT, Angelo Agnolin em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 17, afirmou que uma possível queda do ministro do Trabalho, Carlos Lupi não atrapalhará os planos políticos da vice-prefeita, Edna Agnolin que é pré-candidata da legenda para 2012.

“Não altera um só milímetro na pretensão da Edna de ser candidata”, frisou. Lupi é o maior padrinho político de Edna e veio no Tocantins em agosto lançar a pré-candidatura da pedetista. O ministro estaria ainda fazendo gestão junto ao prefeito Raul Filho (PT) para um possível apoio à candidata da legenda.

“O apoio do ministro simboliza o apoio do partido”, assegurou Agnolin.

O ministro tem sido alvo de muitas denúncias e sua saída já é cogitada e defendida inclusive por membros do PDT. “O PDT sempre teve nas suas entrandas opiniões pessoais e diferentes mas a grande massa pedetista se coloca em defesa da apuração conclusiva dos fatos.Não podemos condenar por suposição”, ponderou.

Agnolin ressaltou porém que é necessário apuração e não apenas se basear em denúncias. “Se for comprovado algo de ilícito não encobriremos nada de errado”, disse.