Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

O deputado Vilmar do Detran (PMDB) se juntou aos membros do projeto Vida no Trânsito nesta quarta, 23, para fazer menção ao dia 20 de novembro, data em memória às vítimas de acidentes de trânsito no mundo todo. Fazendo uso da tribuna para lembrar a data, Vilmar apresentou duas proposituras para melhorarem o trânsito no estado.

Por meio de requerimento, Vilmar solicita celebração de convênio entre o governo do estado e todos os municípios, principalmente aqueles sem condições de arcar com as despesas, para implantação de sinalização vertical e horizontal nas vias urbanas. O Código de Trânsito Brasileiro, em seu artigo 90, § 1º, diz que essa obrigação é do órgão de trânsito municipal de cada cidade. Para Vilmar, a intervenção do estado nesse processo pode ser a garantia de implantação deste tipo de sinalização.

O deputado também apresentou um projeto de lei que pede a obrigatoriedade de inserção da mensagem de alerta em todos os comerciais de venda e locação de automóveis lembrando que “dirigir após consumir bebida alcoólica é crime”.

Acidentes de trânsito

Com levantamentos do Projeto Vida no Trânsito, Detran e Hospital Geral de Palmas (HGP), o deputado apresentou números alarmantes sobre acidentes de trânsito no estado e em Palmas. Vilmar lembrou que apenas no primeiro semestre de 2011, 1.223 pessoas foram vítimas de acidente de trânsito. As vítimas são jovens entre 15 e 35 anos e homens na sua maioria.74% destes acidentes ocorrem com motociclistas.

No Estado, somente em 2010, 507 pessoas já foram vítimas fatais de acidentes de trânsito. Quando deste total, 147 eram motociclistas. Só em palmas este ano foram 61 vítimas fatais de acidente. Isso, sem contar as 46 pessoas atendidas no HGP de janeiro a outubro deste ano, que mesmo recebendo os primeiros socorros, não resistiram aos graves ferimentos.

Outro dado importante foi o número de vítimas de acidentes de trânsito que deram entrada no hospital de janeiro a outubro deste ano. Ao todo foram 1.678. A grande parte, 1.233 pessoas, são vítimas de acidentes de moto. Vilmar destacou que este número pode ser muito maior se levada em consideração a quantidade de pessoas que chegam com vida a outros hospitais, mas, mesmo após receberem assistência médica, têm suas vidas interrompidas.

Após a apresentação desses números, Vilmar conclamou deputados, poder público e sociedade em geral para juntos fazerem a sua parte por um trânsito mais seguro. (Assessoria de Imprensa Vilmar do Detran)