Polí­cia

A equipe do Centro Integrado de Operações Aéreas – Ciopaer realizou na última semana patrulhamento aéreo no extremo norte do Estado com a presença do Secretário Executivo da Secretaria da Segurança Pública, Fernando Ubaldo. A operação teve início no dia 29 de novembro e aconteceu nas cidades de Araguaína, Araguatins, Esperantina, Buruti do Tocantins, Augustinópolis, Axixá e rodovias de acesso.

Durante os sobrevôos, que contou com o apoio do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Militar e Civil, foram realizados patrulhamentos aéreos na Casa de Prisão de Augustinópolis, onde ocorreu um princípio de rebelião no dia 29 de novembro, monitoramento nas embarcações que trafegavam nos rios Tocantins e Araguaia, além de barreiras policiais, que aconteceram nas divisas do Tocantins com o Maranhão e na BR 230, divisa do Tocantins com o Pará. As equipes de terra foram divididas e a aeronave deu suporte aéreo nas fronteiras do estado. Durante os trabalhos foi apreendida uma pistola 380 Taurus.

De acordo com o delegado Leonardo Garrido, piloto da aeronave, durante o sobrevoo foram constatadas áreas de desmatamento de vegetação nativa. “No local foi feito plotagem dos pontos e registros fotográficos. Todo material foi repassado para a Delegacia Especializada, que irá tomar todas as providências cabíveis”, disse Garrido.

Depois da operação na região do bico do papagaio, a aeronave foi deslocada para Araguaína. Na cidade, o Ciopaer deu apoio às equipes de solo que trabalhavam na captura de 10 detentos que fugiram da Casa de Prisão Provisória de Araguaína – CPPA. Durante o período foi feito rádio patrulha aérea por toda a cidade e na BR 153.

De acordo com o Secretário Executivo da SSP, que participou de toda a ação na região do bico, o trabalho realizado pelo Ciopaer foi muito importante, já que foram realizadas muitas operações pela equipe aérea no Norte do Estado. “O trabalho aéreo possibilita um campo de visão ideal para o apoio logístico e para um melhor desenvolvimento das atividades em terra. Além do apoio as equipes terrestres, o helicóptero conseguiu detectar problemas em regiões de difícil acesso. Na oportunidade, já que a gente estava na divisa do estado do Maranhão, visemos uma visita de cortesia ao comandante do 50° Batalhão de Infantaria de Selva, Coronel, Anatólio, bem como ao 3° DPM do Maranhão. Durante as visitas nos colocamos a disposição daquele Estado”, disse Ubaldo.

Ubaldo também participou efetivamente do início e da conclusão do curso na cidade de Araguatins, onde na oportunidade fez entregas de matérias para a delegacia regional da cidade. (Ascom SSP)