Economia

Foto: Divulgação

Para mensurar como o comércio de Gurupi se comportará no período que antecede o Natal, o Instituto de Pesquisa da Fecomércio do Tocantins realizou uma sondagem com propósito de levantar as expectativas de consumo das famílias do município.

Foram entrevistadas 385 pessoas, que responderam a um questionário sobre assuntos como Emprego Atual, Perspectiva Profissional, Renda, Acesso a Crédito, Nível de Consumo e Perspectiva de Consumo.

Os resultados mostram que 96,9% ganham até 10 salários mínimos, 40,3% afirmaram que a renda está melhor que em 2010, contra 44,4% que disseram estar igual e 10,9% afirmou estar pior. Já 47,5% dizem que estão comprando mais que em 2010, 35,1% pensa que o consumo da sua família permanecerá igual ao ano anterior e 28,6% acredita que será menor.

Pensando em bens duráveis (eletrodomésticos, TV, som, etc.), 48,3% crê que é um mau momento para comprar. Especificamente para o Natal, 34% acha que os gastos não serão maiores que no ano passado e 33,8% dizem que consumirão bem menos este ano. No que diz respeito ao gasto com as festas e compras de fim de ano, 16,6% acreditam que será em torno de R$ 100, 23,9% até R0, 15,3% até R$ 300 e 20% até R0.

“O resultado dessa pesquisa nos mostra que a população de Gurupi está cautelosa com relação ao consumo nessa época do ano. As instabilidades da economia como um todo podem estar influenciando na decisão de compra desses consumidores”, comenta a superintendente da Fecomércio, Silmara Lustosa Ribeiro.

Para o presidente da Fecomércio Tocantins, Hugo de Carvalho, os empresários devem investir em estratégias de vendas para atrair esse consumidor, com mais promoções, facilidades de pagamento e produtos diferenciados. “O momento é de correr riscos calculados, uma vez que os juros estão mais atrativos. Fazendo um trabalho, o empresário só tem a ganhar”, finaliza o presidente.

Instituto Fecomércio de Pesquisa e Desenvolvimento do Tocantins

O Instituto Fecomércio de Pesquisa e Desenvolvimento do Tocantins é uma entidade de Direito Privado, sem fins lucrativos, vinculada à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins. Criado em 28 de novembro de 1997, visa disponibilizar um banco de dados contendo informações sobre o comércio no Tocantins, que servirão de base para elaboração de planos e projetos, além de realizar pesquisa direta junto às empresas do comércio e aos consumidores para avaliar periodicamente o desempenho do setor. A sua diretoria atual é composta pelo presidente Hugo de Carvalho, vice-presidente Anselmo da Silva Moraes, diretor tesoureiro Cesar Hanna Halum, Diretora Secretária Maria Lucia Dorta e Diretor de Mercado Domingos Tavares. (Ascom Sistema Fecomércio Sesc/Senac)