Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Eli Borges (PMDB) usou a tribuna na sessão vespertina desta quarta- feira, dia 21, para criticar os critérios político-partidários que, segundo ele, seriam supostamente usados pelo Governo do Estado na escolha de pessoas beneficiadas com cestas básicas nos municípios. O assunto também é o teor de um requerimento de autoria do deputado que teve a urgência aprovada nesta tarde e que solicita informações à Secretaria Estadual do Trabalho e Ação Social.

Em seu discurso, Eli Borges reclamou que, em alguns municípios administrados por prefeitos oposicionistas, a entrega dos benefícios teria sido realizada por vereadores de um partido governista, o PSDB, sem o conhecimento da prefeitura.

“Vários prefeitos me disseram que não foram comunicados dessa entrega. Se são as prefeituras que fazem o cadastro da população carente, como os vereadores aliados do Governo vão saber quem realmente necessita”? questionou o deputado.

Já o líder da bancada governista, deputado José Bonifácio (PR), disse que a ação solidária incomoda os adversários. “Questionam a conduta do governador Siqueira Campos só porque ele faz questão de amenizar a fome da população nessas datas comemorativas”, opinou.

Para Bonifácio, a iniciativa tem um objetivo nobre e não há problema se os vereadores que a apóiam participam da entrega. “O importante é que as pessoas que necessitam sejam beneficiadas”, ressaltou o parlamentar. (Dicom/AL)