Geral

Doze jovens, representantes das dioceses de Palmas, Porto Nacional, Tocantinopolis e Miracema do Tocantins participam em Maringá (PR) do 10º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude. O encontro teve início no domingo, dia 8, e se estende até o dia 15, conta com a participação de mais de 600 jovens, vindos de todas as regiões do Brasil.

“Somos Igreja Jovem” é o tema central do encontro que tem como lema: “Na ciranda da vida, a nossa missão é amar sem medida” e a passagem bíblica extraída do evangelho de João, “Ele tendo amado os seus, amou-os até o fim” (Jo 13,1).

Durantes estes dias estão programadas atividades como palestras e trabalhos em grupos para refletir, partilhar e celebrar a vida e a caminhada dos grupos de jovens.

“Este décimo encontro marca uma etapa fundamental no processo de evangelização da juventude. Com a participação dos jovens representantes de todas as dioceses do Brasil, nós queremos juntos retomar este caminho fazendo com que cada jovem seja protagonista, jovem evangelizando jovem”, destaca o arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti.

Segundo Jefércio Sousa, coordenador da Pastoral da Juventude no Tocantins, e que está presente no encontro, a participação da delegação do estado mostra o compromisso da pastoral com a juventude tocantinense. “Nossa participação neste encontro é fundamental para os projetos que a Pastoral da Juventude desenvolve nas dioceses do Tocantins”.

O encontro também reúne vários bispos do Brasil, especialistas e autoridades que trabalham com o público juvenil como as presenças da Secretária Nacional de Juventude, Severine Macedo, o presidente do Conselho Nacional de Juventude, Gabriel Medina, e a secretária adjunta da Secretária Nacional de Juventude, Ângela Guimarães.

Programação

O encontro teve início no domingo com a celebração da Santa Missa presidida pelo presidente da Comissão Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Eduardo Pinheiro da Silva, na Catedral de Maringá.

Assessores e especialistas vão conduzir com os jovens, no decorrer da semana, atividades contemplando temas como o Concílio Vaticano II, o projeto de revitalização da Pastoral Juvenil da América Latina, políticas públicas e direitos para a juventude, as diretrizes da ação evangelizadora da Igreja do Brasil, a Campanha Nacional contra a Violência e o Extermínio de Jovens, entre outros. A proposta visa possibilitar um amplo olhar sobre a realidade juvenil brasileira a partir das experiências dos grupos de jovens.

Nesta terça-feira, o dia será dedicado a um trabalho de visitação missionária. Os jovens serão divididos em grupos e acolhidos em 12 paróquias da arquidiocese de Maringá, onde terão a possibilidade de conhecer as realidades locais e também partilhar as experiências de ser Igreja de outras regiões do país.

Uma missa marcará o encerramento do 10º ENPJ, no sábado (14), às 15h, na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, e será presidida pelo arcebispo Dom Anuar Battisti. Após a celebração, por volta das 17h30, os jovens vão se concentrar no estacionamento do estádio Willie Davids para realizar uma marcha em favor da Campanha Contra a Violência e o Extermínio de Jovens. A manifestação será acompanhada de um trio elétrico e vai terminar na Praça da Prefeitura.

Presente em 80% das dioceses do Brasil


Considerada a maior organização juvenil do país, a Pastoral da Juventude (PJ) é ação organizada dos jovens católicos que, em pequenos grupos nas comunidades, vivem sua missão de anunciar Jesus Cristo. Presente em 80% das dioceses da Igreja Católica no Brasil, a PJ defende uma educação popular e também a educação da fé como caminho que possibilita aos jovens uma formação integral da pessoa humana.

A Pastoral faz parte da articulação da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB, e tem como prioridade capacitar lideranças para serem formadoras de outros jovens, construindo a cidadania e tornando-os protagonistas de um outro mundo possível.