Polí­cia

Foto: Divulgação

Uma revista surpresa na Unidade de Regime Semiaberto de Palmas – URSA, no horário do almoço dos reeducandos, nesta terça-feira, 10, resultou na apreensão de vários objetos proibidos.

Sob o comando do coordenador interino da unidade, Adriano Martins, os agentes plantonistas da Ursa, seis agentes da unidade convocados e o grupo operacional da CPP, num total de 20 agentes, fizeram uma revista denominada “limpeza geral”, a ação ainda contou com o apoio do diretor do Sistema Prisional do Tocantins, Antônio Martins Pereira Júnior e do diretor da CPP, Átila Ferreira.

Revista

Na unidade de regime semiaberto de Palmas, 48 reeducandos cumprem pena. Os reenducandos foram colocados em uma sala e vigiados pelo grupo operacional da CPP, deixado o alojamento livre para a ação. Na revista foram encontrados 7 (sete) celulares, 3 (três) carregadores, uma pequena quantidade de semente de maconha, uma lanterna radio, um cachimbo, armas brancas, um chip e uma quantia em dinheiro. Alguns aparelhos de celular foram encontrados fixados com fita adesiva abaixo das cadeiras de plásticos e dentro dos colchões.

Os objetos apreendidos vão ser entregues na delegacia e os suspeitos de serem os seus respectivos proprietários foram interrogados, para as providências de praxe. A coordenação da Ursa não divulgou os nomes dos reeducandos que supostamente seriam os donos dos objetos apreendidos.

Resposta rápida

De acordo com o coordenador interino, Adriano Martins, é preciso ressaltar o espírito de presteza da direção da SEJUDH, “dos agentes desta unidade, e do grupo operacional da CPP” disse, afirmando ainda que os reeducandos vem tendo seus direitos garantidos. “Em 2011 vários cursos em parceria com a SEJUDH/SENAI foram oferecidos nesta unidade. É uma determinação do secretário de SEJUDH, Dr. Djalma Leandro, coibir veementemente objetos proibidos nesta unidade e assim estamos fazendo” destacou Martins.