Polí­tica

Foto: Divulgação

Com o objetivo de estabelecer parcerias no desenvolvimento de políticas públicas, o senador João Ribeiro (PR) se reuniu nesta terça-feira (17) com os representantes dos movimentos sociais do Tocantins. Intermediado pelo vereador de Palmas Bismarque do Movimento (PT), o encontro foi realizado no gabinete do prefeito Raul Filho (PT), em Palmas.

De acordo com o senador, o diálogo foi proveitoso. “A conversa franca e aberta sempre é positiva. Estamos estabelecendo um primeiro contato, conhecendo as necessidades para analisarmos de que maneira poderemos contribuir”, frisou João Ribeiro.

Os líderes apresentaram pedidos para melhorar a qualidade de vida dos assentados e dos sem terra, além de projetos para fortalecimento da agricultura familiar. Segundo informou o vereador Bismarque, a reunião visa à captação de recursos para produção habitacional.

“Estamos felizes com esse encontro. Esta é a primeira vez que nos reunimos, de fato, com um senador da República do Tocantins para tratar das nossas demandas”, afirmou o parlamentar, assinalando que o senador João Ribeiro tem se mostrado um parceiro dos trabalhadores rurais e dos movimentos de luta pela moradia. O encontro também contou com a presença do titular da Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário no Tocantins, Agostinho Chaves, representante do Ministério de Desenvolvimento Agrário no Estado.

Elo com Brasília

Para o prefeito Raul Filho (PT), o senador João Ribeiro tem condições de ser o elo entre os movimentos sociais e o governo federal, devido ao seu respaldo no cenário político nacional.

Representando a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Willian Clementino falou sobre a necessidade de políticas públicas desenvolvidas com foco nas necessidades dos movimentos sociais. E citou como exemplo: mais escolas para a zona rural, qualidade do ensino, melhores condições e trabalho e redução da jornada no campo.

Atento a todas as reivindicações, o senador João Ribeiro colocou seu gabinete à disposição dos representantes e solicitou um documento com notas técnicas de cada representante. “Com os pontos solicitados por cada um de vocês poderemos ir aos Ministérios e nortear o nosso trabalho daqui para frente”.

Representatividade

Aproximadamente 15 líderes participaram do encontro. Estavam representados: o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Vila Campesina, Federação dos Trabalhadores Rurais sem Terra (Fetaet), Associação de Desenvolvimento e Preservação dos Rios Araguaia e Tocantins (Adeprato), Movimento Nacional de Luta Pela Moradia (MNLM), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Cooperativa de Assistência e Extensão Rural (COOPTER), e representantes dos Sindicatos Rurais de Nova Olinda, Colméia, Dianópolis e Darcinópolis.(Ascom João Ribeiro)