Polí­cia

Foto: Marcos Veloso Menor foi executado a tiros Menor foi executado a tiros

O Ministério Público Estadual (MPE) informa que está apurando a execução do menor Leandro Barbosa, 17 anos, ocorrida na noite deste domingo, 22, no Centro de Internação Provisória da região sul, localizado em Gurupi.

Conforme relatório encaminhado à Promotoria de Justiça pela coordenação da unidade, mais de dez homens encapuzados invadiram o centro e dispararam quatro tiros contra o menor.

O mesmo estava cumprindo internação provisória por suposto envolvimento na tentativa de homicídio do policial militar, cabo Lins, que veio a falecer, no último dia 17.

De acordo com o promotor de Justiça Vinícius de Oliveira e Silva, o relatório será encaminhado à Polícia Civil para ser juntado ao inquérito policial. “No momento não podemos fazer nenhum juízo de valor, mas vamos acompanhar toda a investigação”. O promotor de Justiça ressalta que o crime contra o Policial Militar vem sendo acompanhado por ele, já que envolve outros dois homens que estão presos na Casa de Prisão Provisória de Gurupi. “Na semana passada negamos o pedido de liberdade provisória dos dois acusados”, declarou.

O MPE vai requerer informações da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça, responsável pelo Centro de Internação, e também do Comando Geral da Polícia Militar que faz a segurança do local, no sentido de apurar as responsabilidades. De acordo com a Constituição Federal e Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), o Estado é responsável pela proteção integral aos internos que cumprem medidas privativas de liberdade. O caso será rigorosamente apurado e os responsáveis responderão por seus atos dentro dos limites da Lei. (Ascom MPE)