Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual do PSB, Wanderlei Barbosa vem demonstrando seu descontentamento com a condução de alguns encaminhamentos do diretório metropolitano do partido e voltou a reafirmar que não participará das prévias da legenda marcadas para este sábado onde o nome do reitor da Universidade Federal do Tocantins, Alan Barbiero deve ser referendado pelos membros da legenda para a disputa em Palmas. “Não estou submetido à prévia”, frisou.

O parlamentar questionou decisões unilaterais do partido e tomadas, segundo ele, por pessoas colocadas a dedo. Wanderlei ponderou ainda que a prévia não condiz com a realidade e com o que foi acordado no grupo do prefeito Raul Filho.

Mesmo sem participar da escolha interna do diretório, Wanderlei conta que continua como nome do grupo de partidos do prefeito Raul Filho. “Somos um grupo de apoio ao prefeito onde o nome será escolhido por intermédio de uma pesquisa eleitoral analisando quem tem mais densidade eleitoral e maior poder de agregação”, salientou. Sem citar diretamente Barbiero, o deputado frisou que não adianta o partido escolher um nome que não tem viabilidade.

Sem preferência

Wanderlei avalia que o prefeito Raul Filho não tem preferências com relação aos nomes colocados. Nos bastidores, é cogitada uma possível preferência do prefeito pela pré-candidatura da deputada estadual Luana Ribeiro (PR). “O prefeito nunca manifestou que é a favor de uma candidatura”, ponderou.

O deputado analisou ainda que o nome de Luana não tem muita vantagem e aceitação com relação aos já colocados. “Vejo como um nome normal, não vejo diferença dos demais”, frisou completando que em algumas pesquisas divulgadas até agora ele esteve empatado com a deputada.

Para Wanderlei, se Luana quer mesmo se submeter a aprovação do grupo precisa se integrar. “ Respeito a opinião do senador João Ribeiro mas em nenhum momento recebemos visita da deputada Luana Ribeiro. Ela precisa participar do grupo”, cobrou.