Educação

Foto: Divulgação

Neste início de ano, cerca de 2.100 professores das redes estadual e municipal de ensino estão concluindo o curso do Progestão – Programa de Capacitação a Distância para Gestores Escolares. Nesta sexta-feira, 17, mais uma turma apresentou para a banca examinadora os artigos de final de curso. A solenidade foi realizada na Escola de Governo, em Palmas.

Uma dessas pessoas é Julia Carnelle de Oliveira, professora de Educação Básica, do Colégio Estadual CAIC de Palmas, que apresentou o tema ‘as dificuldades de aprendizagem na leitura e na escrita: como intervir no contexto escolar?’. O mesmo tema foi apresentado na conclusão de um curso de coordenação pedagógica na UFT. O estudo para Júlia foi tão fascinante, que ela mudou totalmente, sua visão de trabalho e sua prática pedagógica. O primeiro passo foi mudar a forma de tratamento do aluno, sob a ótica que não existe mais ‘alunos com dificuldade de aprendizagem’, o que existe são novas oportunidades para as diferentes aprendizagens.

O mais importante é que Julia está testando a teoria na própria escola em que trabalha, já que o CAIC é uma unidade escolar caracterizada por uma diversidade de alunos, tanto na ótica cultural, econômica, social e de aprendizagem.

Uma das práticas importantes em sala de aula foi a leitura de embalagens de produtos que os alunos consomem no seu cotidiano, uma simples tarefa com materiais alternativos, mas que permitem questionamentos nas áreas de linguagem, Matemática (valores dos produtos), Química (composição dos alimentos) e o despertar para a importância do Direito do Consumidor.

Progestão

Esta é a 7ª edição do Progestão na rede estadual de ensino e a 3ª para a rede municipal de ensino. O Progestão é um curso de formação para os profissionais que atuam nas escolas e tem a certificação fornecida pela Universidade Católica de Brasília – DF. Com estes, já são mais de seis mil professores que passaram pelo Progestão.

De acordo com a coordenadora estadual do Progestão, Luciene Alves Pereira, o Tocantins é um estado referência nessa modalidade de formação de gestão escolar, é tanto, que foi convidado para capacitar a equipe do estado de Mato Grosso do Sul, onde o curso ainda não teve início. O Progestão proporciona interação entre os profissionais da educação, aprimora a prática pedagógica e prepara o educador para os novos desafios como saber lidar com a violência na escola, com o bullying e outros conflitos. (Ascom Seduc)