Polí­tica

Foto: Divulgação

De retorno às atividades na Assembleia Legislativa do Tocantins após tratamento de um câncer na próstata, o presidente da Casa, deputado Raimundo Moreira (PSDB) informou que pretende agilizar os trabalhos legislativos com a votação de matérias travadas nos trâmites legais da AL. “Mas sempre dentro da legalidade, da constitucionalidade e da moralidade”, completou.

O presidente da casa frisou que não pretende mais se afastar de suas atividades e que sua saúde está em ordem. “Tudo o que precisava ser feito, foi feito. Não vou mais me afastar”, disse.

Moreira frisou que a meta é agilizar os trabalhos do parlamento, travados por conta de sucessivas faltas de quórum para votação de matérias na Casa. “Tudo o que estiver na Casa, vamos colocar em votação”, disse.

A exceção, conforme o presidente, serão as contas do exercício financeiro de 2009, que ainda estão sob análise do TCE. Ao contrário do que tem levantado a bancada de oposição, Moreira frisou que a justificativa de reconstituição das contas não se aplica neste caso específico. “Reconstituição é para quando há extravio das contas e não se sabe onde elas estão. Neste caso, todos sabemos que a matéria está no TCE”, completou.

Ainda na manhã de hoje, o Tribunal de Contas enviou ofício à AL informando sobre a formação de uma comissão especial para analisar a possibilidade de se individualizar as contas que estão nos nomes dos ex-governadores.